REGIÕES

ALTO TÂMEGA QUER ATRAIR EMPREENDEDORES

Municípios do Alto Tâmega lançam estratégia de desenvolvimento para incentivar estudantes locais do ensino superior a criarem empresas e emprego no território e, combater o envelhecimento populacional.

“Empreender com sucesso no Alto Tâmega” é o nome do projecto que junta os municípios da Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIM-AT) e da Associação de Municípios do Alto Tâmega (AMAT), constituídas pelos municípios de Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar.

A ideia visa “combater o envelhecimento” e “valorizar as potencialidades da região” e resulta de uma candidatura a fundos comunitários no valor de 460 mil euros.

Segundo João Batista da CIM-AT o objectivo da iniciativa é procurar “fixar e captar os mais jovens, sobretudo gente com capacidade de iniciativa, de criação do próprio emprego ou de reforço de micro ou pequenas empresas já existentes”.

Para materializar a estratégia de desenvolvimento foi feito um mapeamento dos cerca de 3.000 estudantes naturais do território que frequentam instituições de ensino superior, desde Bragança até ao Algarve.

O passo seguinte contempla a realização de acções de divulgação nas instituições de ensino onde mais alunos estudam para “divulgar os incentivos, as potencialidades do território e as formas que há de poderem vir a ajudar nessa valorização do território e nesse rejuvenescimento e na qualificação do capital humano”, explica João Batista.

Será ainda lançado um concurso de ideias que irá premiar com cinco mil euros as melhores dez propostas de empreendedorismo e criado um programa de mentores, junto das empresas que os possam apoiar na actividade que venham a desenvolver.

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes