DESPORTO

BENFICA PREPARADO PARA O EMBATE COM O CSKA

O Benfica arranca esta terça-feira a sua participação na fase de grupos da Liga dos Campeões com um embate com o CSKA no Estádio da Luz. No regresso aos grandes palcos europeus depois de ter chegado aos oitavos de final da Champions na temporada passada, Rui Vitória quer um triunfo sobre os russos que serão uma das equipas candidatas ao apuramento.

No grupo A onde o Manchester United é o principal candidato ao apuramento, Benfica e CSKA surgem como as duas equipas com, teoricamente, mais argumentos para lutarem pelo segundo posto de qualificação. Por fora, o Basileia vai tentar contrariar o favoritismo dos restantes emblemas e surpreende com a passagem aos ‘oitavos’.

Apesar de ser o primeiro de seis encontros na fase de grupos, seria importante para o Benfica arrancar com o pé direito na prova e conquistar três pontos a um adversário direto aos lugares que dão acesso à próxima fase. Como bónus, o prémio monetário atribuído pela UEFA a quem vence um encontro da Liga dos Campeões.

Na antevisão do encontro, o treinador dos ‘encarnados’ admitiu que as partidas europeias são de um “cariz diferente” de todas as outras e que tudo pode acontecer na Liga dos Campeões. O técnico deixou ainda alguns elogios ao conjunto que vai defrontar esta terça-feira.

Rui Vitória com algumas questões para resolver no onze:

Frente aos russos há algumas questões na equipa que os ‘encarnados’ poderão apresentar na hora de escolher o onze. Na baliza não é certo que Bruno Varela se mantenha como primeira opção de Rui Vitória face ao regresso de Júlio César. Na defesa, Grimaldo está de volta às escolhas, mas ainda carece de alguns cuidados depois de uma ausência prolongada. Para já, o defesa espanhol está nos convocados do clube da Luz.

No meio campo surge a principal dor de cabeça para o técnico das ‘águias’. Sem Fejsa que está indisponível por lesão, a dúvida está entre a entrada de Felipe Augusto ou Samaris. No último jogo do Benfica, o médio grego foi a escolha de início, mas não conquistou o lugar inteiramente.

O ataque, no entanto, está livre de questões visto que tanto Jonas como Seferovic estão disponíveis. A dupla tem dado frutos e deve manter-se no onze frente aos moscovitas. Apesar de Jonas ter treinado com uma ligadura no joelho nada indica de que poderá falhar o jogo da Liga dos Campeões.

Do lado do CSKA o perigo assume o nome de Vitinho. O brasileiro está na sua segunda temporada nos russos depois de duas épocas emprestado no Brasil e assumiu-se como uma referência ofensiva. Com Dzagoev e Golovin mais atrás no seu apoio, o avançado pode criar perigo para o clube da Luz.

No sector mais recuado, Gorbachenko tem ainda à sua disposição os seus habituais defesas bem como Akinfeev na baliza. O guardião russo é já um símbolo do clube e um atleta de grande qualidade a defender as suas redes. Aos 31 anos é um jogador de créditos firmados.

VEJA AINDA:

BENFICA ‘FERIDO’ ARRANCA COM FAMALICÃO A PRIMEIRA LIGA DE 2020/21

Lusa

FIFA ESTIMA PREJUÍZOS DE 12 MIL MILHÕES E LANÇA APOIOS ÀS FEDERAÇÕES

Lusa

RUI VITÓRIA: AL NASSR VENCEU A ‘LIGA DOS CAMPEÕES’ ASIÁTICA

Lusa

FUTEBOL VAI CONTINUAR SEM PÚBLICO – COVID-19

Lusa

MARÍTIMO: ‘O FUTEBOL ESTÁ A SER TRATADO DE FORMA DIFERENTE’

Lusa

PELÉ FELICITA CRISTIANO RONALDO PELOS 101 GOLOS AO SERVIÇO DA SELECÇÃO PORTUGUESA

Lusa