REGIÕES

BRAGANÇA, GUARDA E PORTALEGRE EM RISCO ELEVADO DE INCÊNDIO

Três concelhos dos distritos de Portalegre, Guarda e Bragança apresentam hoje risco muito elevado de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, em risco muito elevado de incêndio estão os concelhos Gavião, no distrito de Portalegre, Figueira de Castelo Rodrigo, na Guarda, e Torre de Moncorvo, em Bragança.

O IPMA colocou também 35 concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Portalegre, Castelo Branco, Guarda, Viseu, Vila Real e Bragança em risco elevado de incêndio.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o reduzido e o máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se geralmente muito nublado até ao início da tarde, com possibilidade de ocorrência de chuvisco no litoral oeste.

Está também previsto um aumento de nebulosidade durante a tarde no interior Norte e Centro, com condições favoráveis à ocorrência de aguaceiros nas zonas montanhosas da região Norte, que poderão ser ocasionalmente acompanhados de trovoada.

A previsão aponta ainda para neblina ou nevoeiro matinal, vento fraco a moderado do quadrante oeste, soprando temporariamente do quadrante sul e pequena descida da temperatura máxima.

As temperaturas mínimas no continente vão oscilar entre os 13 graus Celsius (na Guarda) e os 17 (em Aveiro, Porto, Leiria e Lisboa) e as máximas entre os 22 graus (em Viana do Castelo) e os 28 graus (em Évora, Beja, Santarém e Castelo Branco).

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes