RÁDIO REGIONAL
ECONOMIA & FINANÇAS

CGTP EXIGE AUMENTOS SALARIAIS DE 4% E A “LUTA” COMEÇA EM OUTUBRO

nbsp| RÁDIO REGIONAL

A central sindical reivindica para o próximo ano um acréscimo mensal mínimo de 40 euros e o desagravamento dos impostos para que os trabalhadores portugueses possam melhorar o seu nível de vida.

Com o mesmo objetivo, o salário mínimo nacional deve passar para os 650 euros e deve ser adotada uma política de habitação e fiscal compatível com o rendimento das famílias.

Estas são algumas das prioridades da Política Reivindicativa para 2019, que o Conselho Nacional vai discutir e aprovar na reunião que marca o reinício da atividade sindical da Intersindical.

O Conselho Nacional vai também aprovar as ações de luta para os próximos tempos, nomeadamente para 01 de outubro, data em que a Inter completa 48 anos.

O aumento geral dos salários e pensões, para promover uma mais justa distribuição da riqueza, uma nova política fiscal, a criação de emprego estável e com direitos, a dinamização da contratação coletiva, a melhoria dos serviços públicos e sociais do Estado e a regionalização são os eixos base da política reivindicativa da CGTP.

A central sindical vai reivindicar, entre outras medidas, a descida da taxa do IVA para os 6% sobre os bens e serviços básicos, como a eletricidade e o gás, os bens alimentares, o vestuário e calçado, os produtos de higiene e os bens culturais.

A taxação das transações financeiras, a tributação do património mobiliário e o aumento da tributação do património imobiliário de elevado valor e o fim dos paraísos fiscais são outras das reivindicações da Inter na área fiscal.

Na área social a CGTP defende uma política de redução das desigualdades, um programa de combate à pobreza e a melhoria da proteção no desemprego e das prestações sociais.

Reivindica ainda a reposição da idade de reforma nos 65 anos e a possibilidade de reforma sem penalização para quem tenha uma carreira contributiva de pelo menos 40 anos.

O respeito pelos direitos laborais, uma intervenção eficaz da Autoridade para as Condições do Trabalho, a semana de trabalho de 35 horas para todos os trabalhadores, o fim da precariedade laboral e a melhoria da legislação laboral completam o leque de reivindicações que a CGTP aprovará hoje, para depois apresentar ao poder político e defender nas mesas negociais.

nbsp| RÁDIO REGIONAL

LUSA

VEJA AINDA:

NOVAS TABELAS DO IRS ISENTAM DE IMPOSTO SALÁRIOS E PENSÕES ATÉ 710 EUROS

Lusa

MAIS DE 100.000 TRABALHADORES DA FUNÇÃO PÚBLICA COM SALÁRIO MÍNIMO A PARTIR DE JANEIRO

Lusa

CRISE/ENERGIA: CONSUMO DE ELETRICIDADE AUMENTA 4% EM NOVEMBRO DEVIDO AO FRIO

Lusa

SETOR DA SARDINHA QUER PESCAR ‘UM BOCADINHO MAIS’ DURANTE MAIS TEMPO EM 2022

Lusa

VENDAS DE VESTUÁRIO EM PORTUGAL E ESPANHA SOBEM 26% FACE A 2020 MAS CAEM 23% FACE A 2019

Lusa

MAIS DE UM TERÇO PREFERE COMPRAR MEDICAMENTOS SUJEITOS A RECEITA DE MARCA DO QUE GENÉRICOS

Lusa

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Canlı Maç Sonuçları Run 3 Play Snake Friv Atari Breakout cookie clicker unblocked games Düğün Paketleri uygunsigara.com/ Umzug Basel
saç ekimi hair transplant
Umzug Basel
seslendirme santral anons santral seslendirme