Connect with us

DESPORTO

CLUBES DE FUTEBOL AMEAÇAM PARAR OS CAMPEONATOS

Os clubes ameaçaram esta quarta-feira, em Coimbra, parar os campeonatos profissionais e de formação, caso o governo não atenda as suas pretensões em relação a um novo modelo do futebol profissional, disse Carlos Pereira, presidente da SAD do Marítimo.

Data:

em

Os clubes ameaçaram esta quarta-feira, em Coimbra, parar os campeonatos profissionais e de formação, caso o governo não atenda as suas pretensões em relação a um novo modelo do futebol profissional, disse Carlos Pereira, presidente da SAD do Marítimo.

“Pensamos todos que o futebol português tem de ser ouvido e de uma forma séria e célere, ou então podemos correr o risco de parar os campeonatos se estas nossas pretensões não forem ouvidas”, disse Carlos Pereira, porta-voz dos clubes, no final da IV Cimeira de presidentes da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, referindo-se à “violência, às apostas, aos seguros e aquilo que é o modelo de governação” que os clubes pretendem.

Entre as propostas já apresentadas ao secretário de Estado do Desporto, as sociedades anónimas desportivas e os clubes pretendem “um novo modelo que possa contemplar todas as vertentes” do futebol profissional no quadro das apostas desportivas.

Sobre a lei do seguro de acidentes de trabalho, foi proposta a criação de um grupo de trabalho com vista a encontrar “uma solução que permita reduzir os elevados prémios cobrados pelas seguradoras” sobre seguros de praticantes desportivos.

A Liga pretende também “uma reflexão sobre a centralização dos direitos televisivos”, além da “colaboração conjunta” no que toca à lei da prevenção da violência.

Estes foram alguns dos assuntos discutidos na cimeira de hoje, que decorreu em Coimbra, e que Carlos Pereira considerou que o grupo – representado por 26 das 32 sociedades anónimas desportivas – “sai fortalecido”.

“Não podemos andar aqui sempre e pensar que o amanhã é muito longo. Queremos que o amanhã seja mesmo um amanhã e que as propostas sejam ouvidas e satisfeitas em prol daquilo que pagamos ao longo do ano”, adiantou o presidente do Marítimo.

Este dirigente acrescentou ainda que os clubes garantem “muitos e muitos postos de trabalho”.
“Se calhar, somos a única indústria do país mais fiscalizada e que, com certeza, mais paga para o Orçamento do Estado. Queremos que este retorno também seja reconhecido”, afirmou.

Carlos Pereira sublinhou que as preocupações dos clubes têm de ser atendidas “o mais rápido possível”.
“A violência é um prejuízo que causa ao futebol português e é uma [má] imagem que causa ao país e que nós temos dado muitos contributos, mas que na prática não têm sido exequíveis. O Estado tem demorado muito a resolver esses problemas e depois eles vão-se agravando. O que não queremos é que se vão agravando, porque nós também pagamos muito para isso. Queremos celeridade nos processos e que eles sejam resolvidos e não adiados”, afirmou ainda o dirigente.

O presidente do Marítimo insistiu: “É possível que se estas causas não forem ouvidas que nós pensemos seriamente em parar os campeonatos profissionais e de formação, porque os clubes e as SADs não são só futebol profissional.”

Segundo o dirigente, os clubes “não se reveem na forma como o futebol português anda a ser tratado”.
Por isso, “a curto prazo, se isto não for uma preocupação governamental, será uma preocupação dos clubes, que transmitirão à opinião pública aquilo que são as suas reivindicações e que não têm sido aceites” [pelo governo].

LUSA

. MUSICBOX
WEB-SUMMIT

OUVIR RÁDIO

OUVIR MÚSICA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESPORTOPublicado há 14 horas

TAÇA DE PORTUGAL: LEIXÕES SURPREENDEU E VENCEU O TONDELA

O Leixões, da II Liga, eliminou hoje o Tondela, do primeiro escalão, após vencer por 4-2 nos penáltis, depois de...

DESPORTOPublicado há 14 horas

FC PORTO VENCE MOREIRENSE E SEGUE PARA OS QUARTOS DA TAÇA DE PORTUGAL (vídeo)

O FC Porto apurou-se esta terça-feira para os quartos de final da Taça de Portugal em futebol, ao vencer na...

SOCIEDADEPublicado há 14 horas

MAIS DE 1 MILHÃO DE PORTUGUESES VACINADOS CONTRA A GRIPE

Mais de 1,3 milhões de portugueses com 65 ou mais anos já se vacinaram contra a gripe sazonal, representando dois...

SOCIEDADEPublicado há 17 horas

PROFESSORES LANÇAM ULTIMATO AO GOVERNO

Os sindicatos de professores ameaçaram hoje 'bloquear o normal desenvolvimento do ano letivo' se o Governo não abrir negociações sobre...

SOCIEDADEPublicado há 17 horas

MÉDIA CAPITAL ‘GARANTE’ QUE A LUZ DE SINALIZAÇÃO DA ANTENA ESTAVA A FUNCIONAR

Média Capital 'garante' que a luz de sinalização estava a funcionar; mas técnicos dizem que 'é difícil' de garantir.

REGIÕESPublicado há 17 horas

LISBOA DUPLICA A TAXA TURÍSTICA DE 1 PARA 2 EUROS

A Assembleia Municipal de Lisboa (AML) aprovou hoje a duplicação da Taxa Turística na capital, de um para dois euros...

SOCIEDADEPublicado há 19 horas

PEÇAS DO HELICÓPTERO DO INEM À VENDA NO OLX

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) tem identificados os furtos das peças do helicóptero que caiu em Valongo, mas...

REGIÕESPublicado há 20 horas

TRÊS HOMENS ‘APANHADOS’ A ROUBAR COMBUSTÍVEL AO EXÉRCITO

A PSP de Espinho identificou três homens com idades entre 41 e 44 anos, que estavam alegadamente a furtar gasóleo...

POLÍTICAPublicado há 22 horas

MARCELO DIZ QUE: ‘A SER VERDADE, O ESTADO FALHOU’

O Presidente da República afirmou hoje que caso se confirmem os erros no socorro às vítimas da queda do helicóptero...

JUSTIÇAPublicado há 1 dia

RELATÓRIO PRELIMINAR DA PROTECÇÃO CIVIL APONTA FALHAS

O relatório preliminar da proteção civil aponta para falhas nos procedimentos e vai ser enviado hoje aos ministros da Defesa...

.
LINHA CANCRO
WEB-SUMMIT
US TOP 20

AS MAIS LIDAS