Ligue-se a nós

NOTÍCIAS

CR7 NAS MELHORES MARCAS

Cristiano Ronaldo é o oitavo desportista mais valioso do mundo, de acordo com um estudo da revista Forbes, que diz que a ‘marca’ do futebolista português vale 18 milhões de dólares (cerca de 16,3 milhões de euros).

Online há

em

Cristiano Ronaldo é o oitavo desportista mais valioso do mundo, de acordo com um estudo da revista Forbes, que diz que a ‘marca’ do futebolista português vale 18 milhões de dólares (cerca de 16,3 milhões de euros).

O jogador do Real Madrid desceu um lugar neste ‘ranking’ em relação a 2014, perdendo um milhão de dólares de valor, embora continue a ser o único futebolista no ‘top-10′.

Apesar de estar em queda no ‘ranking’ mundial, o golfista norte-americano Tiger Woods continua a ser considerado o nome mais valioso do desporto, com 30 milhões de dólares (27,2 milhões de euros), mais dois do que o compatriota Phil Mickelson, também do golfe.

Na terceira posição, com um valor de 27 milhões de dólares (24,5 milhões de euros) surgem o basquetebolista norte-americano LeBron James e o tenista suíço Roger Federer, enquanto a quinta posição pertence ao jogador de críquete indiano Mahendra Singh Dhoni (21 milhões de dólares — 19 milhões de euros).

Ao nível das equipas, os New York Yankees, da Liga norte-americana de basebol, têm a melhor ‘marca’, com 661 milhões de dólares (cerca de 600 milhões de euros), seguido de outros três conjuntos de desportos americanos — Los Angeles Lakers (521 milhões de dólares — 472 milhões de euros), do basquetebol, Dallas Cowboys (497 – 450) e New England Patriots (465 – 421), do futebol americano.

Publicidade

No ‘top-10′ surgem quatro equipas de futebol, lideradas pelo Real Madrid (464 milhões de dólares — cerca de 420 milhões de euros), à frente do Manchester United (446 – 404), do FC Barcelona (437 – 396) e do Bayern de Munique (375 – 340).

O Superbowl — final da liga de futebol americano – é o evento desportivo mais valioso, com 580 milhões de dólares (526 milhões de euros), à frente dos Jogos Olímpicos de Verão (348 – 315) e dos de Inverno (285 – 258).

O Mundial de futebol é a quarta marca mais valiosa, com 229 milhões de dólares (cerca de 207 milhões de euros), enquanto a Liga dos Campeões é a oitava, com 127 milhões de dólares (115).

Publicidade
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

NACIONAL

JUSTIÇA: PUBLICAÇÃO NAS REDES SOCIAIS PODE VALER CONDENAÇÃO A ANA GOMES

O Ministério Publico pediu hoje a condenação da ex-eurodeputada Ana Gomes por difamação, dando como provado que a ex-diplomata acusou Mário Ferreira de estar ligado ao narcotráfico numa publicação numa rede social.

Online há

em

O Ministério Publico pediu hoje a condenação da ex-eurodeputada Ana Gomes por difamação, dando como provado que a ex-diplomata acusou Mário Ferreira de estar ligado ao narcotráfico numa publicação numa rede social.

Nas alegações finais do julgamento do quarto processo que envolve Ana Gomes e Mário Ferreira, no final de uma sessão que durou o dia todo no Tribunal do Bolhão, no Porto, também o advogado do empresário pediu a condenação da ex-candidata a Presidente da República acusando ainda Ana Gomes de perseguir Mário Ferreira.

Para a defesa, as afirmações de Ana Gomes têm que ser entendidas “dentro do direito de liberdade de expressão”, ainda que com “algum exagero”.

Em causa está a publicação de Ana Gomes a 14 de março de 2021 na sua página da rede social Twitter, hoje denominada X, de um comentário alusivo a uma notícia do jornal Expresso sobre o investimento de Mário Ferreira numa empresa de aviação, afirmando que o empresário do Porto pretendia “emular” a OMNI Aviação e Tecnologia, remetendo para uma outra notícia que dava conta da apreensão, dias antes, de 500 quilos de droga num avião pertencente àquela companhia com proveniência do Brasil.

“Há uma quase inevitável associação a ligar a pessoa do assistente [Mário Ferreira] ao tráfico internacional de droga (…) é a leitura que qualquer pessoa será levada a fazer do tweet em causa (…) pelo que o teor do tweet preenche o crime que vem imputável à arguida”, defendeu o Ministério Publico.

Publicidade

Para o advogado de Mário Ferreira, “este caso é simples na delimitação do objeto e é simples de decidir”.

“O tweet não tem nada que permita outro raciocínio que não [a ligação ao] narcotráfico”, afirmou Rui Patrício, contrariando a tese da defesa, que arguiu que Ana Gomes queria ligar Mário Ferreira ao branqueamento de capitais e não ao narcotráfico.

“A tentativa de contextualização que é habitual à Dra. Ana Gomes esbarra com o sentido das palavras (…), é um exercício de hermenêutica falhado”, explicou Rui Patrício, salientando que “mais uma vez” o que Ana Gomes fez foi “enxovalhar Mário Ferreira.

O advogado do empresário anuiu que a liberdade de expressão é “um direito fundamental”, mas que também o é o direito à honra: “A liberdade de expressão acaba no momento em que cessa a objetividade para aquilo que se está a discutir. Resvalar para o enxovalho não pode estar coberto pela liberdade de expressão”.

Do lado da defesa, o advogado Francisco Teixeira da Mota acusou Mário Ferreira de tentar “atemorizar e calar as pessoas que o criticam”, como a sua cliente com o recurso a processos judiciais e recorreu ao direito de liberdade de expressão.

Publicidade

“A liberdade de expressão é essencial na sociedade e tem que abarcar estes excessos, eu reconheço que são excessos mas não são criminalizáveis (…), quem desempenha o papel de Ana Gomes perde sempre, quem tem o poder ganha porque vão esmagando as pessoas”, explicou.

E continuou: “Ninguém diz que Ana Gomes fez um elogio, disse algo simpático, ela está a manifestar desconfiança em relação a Mário Ferreira mas os danos são inexistentes, isto é uma opinião”.

No final da sessão, em declarações aos jornalistas, Ana Gomes reiterou que não tinha intenção de acusar Mário Ferreira de narcotráfico, tal como afirmou no início do julgamento.

“Nunca tive intenção de fazer qualquer alusão a tráfico de droga porque sei, pelas investigações que fiz sobre os voos da CIA e sobre o terrorismo e esquemas de branqueamento de capitais, que os voos privados civis no nosso país têm um frouxo controlo”, disse.

Para a ex-candidata a Belém, as suas afirmações, “mais do que liberdade de expressão, estão inseridas na liberdade de critica que é dever de cidadania numa sociedade democrática”.

Publicidade

Ana Gomes considerou ainda que Mário Ferreira a persegue: “Eu não tenho nenhuma predileção pelo senhor Mário Ferreira, este é o quarto processo que ele me põe e é isso que me obriga a investigar sobre ele”.

“É o quarto processo porque a Dra. Ana Gomes é reincidente”, respondeu Rui Patrício, confrontado com as afirmações da antiga diplomata, salientando que a afirmação da defesa de que a acusação era de branqueamento de capitais e não de narcotráfico é uma manobra de diversão.

“Essa acusação também é grave e merecerá análise que entendermos mas é uma tentativa de tapar o sol com a peneira e uma nova ofensa e [Ana Gomes] tem uma particular predileção por perseguir e enxovalhar o senhor Mário Ferreira, isso é clarinho que nem água”, terminou.

LER MAIS

DESPORTO

FÁBIO VERÍSSIMO É O ÁRBITRO DO SPORTING-BENFICA PARA A TAÇA DE PORTUGAL

Fábio Veríssimo vai arbitrar pela terceira vez um dérbi entre Sporting e Benfica, na quinta-feira, para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, informou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Online há

em

Fábio Veríssimo vai arbitrar pela terceira vez um dérbi entre Sporting e Benfica, na quinta-feira, para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, informou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O árbitro, de 41 anos, da associação de Leiria, vai contar no embate entre ‘leões’ e ‘águias’, marcado para as 20:45, com os assistentes Pedro Martins e Hugo Marques, com Fábio Melo no videoárbitro (VAR), coadjuvado por João Bessa Silva, e Hélder Malheiro como quarto árbitro.

Este será o sexto jogo entre ‘grandes’ na carreira de Fábio Veríssimo, e o terceiro que ‘apita’ entre os rivais de Lisboa, os anteriores para o campeonato, nas épocas de 2019/20 e 2021/22, ambos com vitória das ‘águias’.

LER MAIS

MAIS LIDAS