RÁDIO REGIONAL
ECONOMIA & FINANÇAS

CRISE: MAIS DE 1800 EMPRESAS EM ‘LAY-OFF’ SIMPLIFICADO EM DEZEMBRO-2021

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Mais de 1.800 empresas dos setores cuja atividade foi suspensa em dezembro devido à pandemia de covid-19 aderiram ao ‘lay-off’ simplificado, tendo sido pagos quase 8,8 milhões de euros, segundo as estatísticas da Segurança Social.

De acordo com os dados atualizados no ‘site’ da Segurança Social, em dezembro 1.803 entidades empregadoras aderiram ao ‘lay-off’ simplificado e foram pagos 8.780.705,94 euros.

Devido ao agravamento da pandemia motivado pela variante Ómicron, o Governo decretou em dezembro de 2021 o reforço das medidas para combater a covid-19, entre elas o encerramento, na última semana do ano, de discotecas e bares, bem como a suspensão das creches e atividades de tempos livres.

Por sua vez, em janeiro aderiram ao ‘lay-off’ simplificado 889 entidades empregadoras, tendo sido pagos 1.611.256,64 euros.

Em janeiro, os bares e as discotecas continuaram encerrados até meio do mês e as escolas estiveram fechadas durante a primeira semana.

O ‘lay-off’ simplificado foi criado em março de 2020 e abrange atualmente empresas que se encontrem sujeitas ao dever de encerramento por determinação legislativa ou administrativa de fonte governamental, no âmbito da pandemia.

Em relação aos meses de outubro e novembro, as estatísticas da Segurança Social não têm registo de empresas em ‘lay-off’, uma vez que não estava decretado nesses meses o encerramento ou suspensão de atividades.

Os dados, que são sujeitos a atualizações, mostram ainda que em dezembro 2.192 empresas foram abrangidas pelo apoio à retoma, tendo sido pagos 5.681.869,22 euros.

Em janeiro, 796 entidades empregadoras aderiram ao apoio à retoma e foram pagos até agora 2.225.721,43 euros.

O apoio à retoma progressiva da atividade destina-se a entidades empregadoras que tenham sido afetados pela pandemia e que se encontrem em situação de crise empresarial, ou seja, com uma quebra de faturação igual ou superior a 25%.

VEJA AINDA:

COMBUSTÍVEIS: PESADOS DE MERCADORIAS COM DESCONTO EXTRAORDINÁRIO NO GASÓLEO

Lusa

MOODY’S DIZ QUE ‘RÚSSIA PREGOU O CALOTE’ MAS MOSCOVO NEGA

Lusa

GOVERNO VAI ALARGAR POR MAIS TRÊS MESES APOIO AO CABAZ ALIMENTAR

Lusa

PORTUGUESES ENTRE OS MAIS ALARMADOS COM IMPACTO DA GUERRA – ESTUDO

Lusa

RÚSSIA: MAIS DE 90% DO GÁS NATURAL EXPORTADO É PAGO EM RUBLOS – KREMLIN

Lusa

CRISE: FAMÍLIAS POBRES MAIS PENALIZADAS PELA INFLAÇÃO

Lusa