RÁDIO REGIONAL
ECONOMIA & FINANÇAS

CRISE: MERCADO AUTOMÓVEL CAIU 19,9% EM ABRIL

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O número de veículos automóveis matriculados em Portugal em abril totalizou 14.516, menos 19,9% face ao mesmo mês de 2021, e no conjunto dos primeiros quatro meses do ano a descida foi de 0,7%, foi hoje divulgado.

De acordo com informação da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), em termos globais, de janeiro a abril deste ano, foram colocados em circulação 56.992 novos veículos, o que representou uma diminuição de 0,7% relativamente ao mesmo período de 2021 e uma queda de 39,6% em relação ao primeiro quadrimestre de 2019 (antes da pandemia).

Em abril deste ano foram matriculados pelos representantes legais de marca a operar em Portugal 14.516 veículos automóveis, ou seja, menos 19,9% do que no mesmo mês de 2021 e menos 41,4% do que em abril de 2019.

O maior número de unidades matriculadas no mês passado era relativo a automóveis ligeiros de passageiros, com um total de 12.420 automóveis, menos 16,1% do que no mesmo mês de 2021.

Em comparação com abril de 2019, o mercado registou uma queda de 41,2%.

De janeiro a abril de 2022, as matrículas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 47.191 unidades, o que se traduziu num aumento de 2,9% relativamente ao período homólogo de 2021. Em comparação com o mesmo quadrimestre do ano de 2019, o mercado registou uma queda de 41,4%.

No caso dos veículos ligeiros de passageiros movidos a energias alternativas, verificou-se um crescimento de 10,4% relativamente a abril de 2021, com um total de 4.491 veículos novos matriculados no mês passado.

No primeiro quadrimestre deste ano registou-se um aumento de 39,0%, dos veículos ligeiros de passageiros novos movidos a outros tipos de energia, nomeadamente elétricos e híbridos, com um total de 18.921 unidades matriculadas.

Só os veículos elétricos registaram um aumento de 88,1% entre janeiro e abril em comparação com o mesmo período de 2021, com um total 4.707 unidades.

Em abril foram matriculados 1.008 automóveis ligeiros de passageiros elétricos, mais 9,1% do que no ano passado.

O mercado de ligeiros de mercadorias registou no quarto mês de 2022 uma quebra de 39,6% face ao mês homólogo do ano de 2021, situando-se em 1.736 unidades matriculadas.

Comparado com o mesmo mês de 2019, verificou-se um decréscimo de 45%.

Em termos acumulados, este mercado atingiu 8.164 unidades, o que representou um decréscimo de 17,9% face ao mesmo período de 2021 e de 31,3% em comparação com o mesmo período do ano de 2019.

O mercado de veículos pesados, que engloba os tipos de passageiros e de mercadorias, registou em abril um decréscimo de 15,7% em relação ao mês homólogo de 2021, tendo sido comercializados 360 veículos desta categoria.

Em comparação com o mesmo mês de 2019, o mercado registou uma queda de 7,2%.

De janeiro a abril de 2022, as matrículas desta categoria totalizaram 1.637 unidades, o que representou um crescimento de 0,1% relativamente ao mesmo período de 2021 e uma queda de 11% quando comparado com os quatro primeiros meses do ano de 2019.

VEJA AINDA:

COMBUSTÍVEIS: PESADOS DE MERCADORIAS COM DESCONTO EXTRAORDINÁRIO NO GASÓLEO

Lusa

AMBIENTALISTAS SAÚDAM FIM DOS MOTORES DE COMBUSTÃO A PARTIR DE 2035

Lusa

MOODY’S DIZ QUE ‘RÚSSIA PREGOU O CALOTE’ MAS MOSCOVO NEGA

Lusa

GOVERNO VAI ALARGAR POR MAIS TRÊS MESES APOIO AO CABAZ ALIMENTAR

Lusa

PORTUGUESES ENTRE OS MAIS ALARMADOS COM IMPACTO DA GUERRA – ESTUDO

Lusa

RÚSSIA: MAIS DE 90% DO GÁS NATURAL EXPORTADO É PAGO EM RUBLOS – KREMLIN

Lusa