REGIÕES

EM VILA REAL JÁ HÁ AULAS E JÁ SE “CIRCULA”

O distrito de Vila Real está a regressar hoje à normalidade com as aulas a serem retomadas e as estradas transitáveis depois de terem sido afetadas pela neve, gelo e queda de árvores, segundo a GNR e autarquias.

O distrito de Vila Real foi atingido por um nevão, na terça-feira, que levou à suspensão das atividades letivas em muitas escolas, um cenário que se repetiu na quarta-feira.

Hoje, depois de uma noite de chuva e do desagravamento do estado do tempo, as escolas reabriram e os transportes escolares circularam com normalidade.

Situação que acontece em Alijó, Murça, Sabrosa, Vila Pouca de Aguiar, Vila Real e Boticas, Chaves ou Valpaços, concelhos onde as atividades letivas estiveram suspensas desde terça-feira.

Durante estes dois dias, a neve, o gelo e a queda de árvores provocaram também dificuldades de circulação em várias estradas do distrito.

Fonte da GNR disse à agência Lusa que hoje não há registo de vias cortadas ou condicionadas. Há, no entanto, ainda localidades ainda sem energia elétrica, nomeadamente na freguesia da Campeã, em Vila Real, onde a luz falhou na terça-feira à tarde devido à queda de postes.

Na quarta-feira, a Câmara de Vila Real informou que a “falta da de energia elétrica está a provocar deficiências no fornecimento de água” aos reservatórios que abastecem as localidades do vale da Campeã, as quais poderão obrigar ao corte no abastecimento aos lugares de Viariz da Poça, Boavista, Pousada, Viariz da Santa, Vendas, Chão Grande, Pêpe, Quintã, Sardoeira, Foz, Gontães, Cotorinho, Farelães, Torgueda, Arrabães, Meneses, Moçães, Tuizendes, Arnadelo, Pomarelhos e Rendeiro.

Referiu ainda que o município e a Empresa Municipal de Águas e Resíduos (EMAR) estão a desenvolver “todos os esforços junto da EDP para normalizar esta situação, a que disse serem “totalmente alheios”.

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes