REGIÕES

ÉVORA: UNIVERSIDADE COM MAIS DE 20% DE COLOCAÇÕES NA PRIMEIRA FASE DO CNA

Um total de 1.151 novos estudantes foi colocado na Universidade de Évora (UÉ), na 1.ª fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) 2020/2021, o que corresponde a um aumento de 20%, face ao ano passado.

“São 1.151 os novos estudantes colocados na UÉ através do CNA 2020/2021, o que significa que 92% das vagas foram preenchidas logo na 1.ª fase”, revelou a academia alentejana, em comunicado.

A universidade alentejana explicou esta segunda-feira ter disponibilizado, neste ano letivo, um total de 1.253 vagas através do CNA — mais 51 do que no ano passado -, distribuídas por 33 cursos de licenciatura e mestrado integrado, dos quais “25 preencheram a totalidade das vagas nesta 1.ª fase”.

“Em relação ao ano anterior, nesta 1ª fase do CNA, foram colocados mais 184 estudantes, o que corresponde a um acréscimo de 20%”, realçou a instituição.

O número de estudantes internacionais admitidos em licenciaturas e mestrados integrados ascende a 354, de 63 nacionalidades, o que traduz “um aumento de mais de 50%” face aos matriculados em 2019/2020. A reitora da Universidade de Évora, Ana Costa Freitas considerou que “estes números” dão “confiança para continuar a construir uma universidade aberta ao mundo”.

“Queremos construir pontes ao invés de muros”, vincou a reitora.

De acordo com a UÉ, “apesar deste ter sido um ano profundamente atípico, considerando os vários concursos de acesso”, a academia “manteve a tendência de crescimento dos últimos anos”. E a instituição indicou que prevê “um incremento do número de novos estudantes na licenciatura e mestrado integrado superior a 15% (de 1.496 em 2019/20 para cerca de 1.750 novos estudantes em 2020/21)”. Trata-se de resultados “extraordinariamente gratificantes”, segundo Ana Costa Freitas, assinalando que, “apesar das circunstâncias, a procura de formação, de qualificação, de conhecimento, ganhou novo fôlego”.

A reitora disse também que, para os alunos, neste período marcado pela pandemia de Covid-19, a UÉ preparou “um ingresso ou um regresso ‘seguro’”.

No âmbito do CNA, restam 8% das vagas (102) da UÉ para a 2.ª fase, que decorre desde hoje e até 09 de outubro, distribuídas por todos os cursos oferecidos em 2020/2021.

No país, na 1.ªfase do CNA, ficaram colocados quase 51 mil estudantes, sendo que quase 12 mil não conseguiram colocação, podendo agora concorrer à 2.ª fase do concurso, desde hoje, revelou a Direção-Geral do Ensino Superior (DGES). Os quase 51 mil alunos representam um aumento 15% em relação ao ano passado e a DGES estima que, no final de todo o processo, se inscrevam no ano letivo que está a iniciar-se cerca de 95 mil novos estudantes no ensino superior público e privado.

VEJA AINDA:

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes

BRAGANÇA: PSD QUESTIONA AUSÊNCIA DE RASTREIO DO CANCRO DA MAMA

Lusa

BRAGANÇA: MAIS 23 IDOSOS INFETADOS EM LARES DA MISERICÓRDIA

Lusa