FACEBOOK, INSTAGRAM E WHATSAPP OFFLINE POR TODO O MUNDO

Falhas no acesso das três redes sociais estão a ser registadas sobretudo na Europa desde a manhã deste domingo. Não é conhecida a causa do erro e não se sabe quando estará regularizado. Milhares de utilizadores de todo o mundo estão a reportar dificuldades em aceder ao Facebook, Instagram e WhatsApp.

Utilizadores de todo o mundo estão a ter dificuldades em aceder ao Facebook, Instagram e WhatsApp. As redes sociais Facebook, Instagram e WhatsApp estão em baixo desde cerca das 11h30 deste domingo.

Segundo o site Downdetector, cujas fontes de informação vão dos relatos dos utilizadores às publicações nas próprias redes sociais, a falha no Facebook está a ser registada em Portugal e no resto da Europa, mas há também casos de inacessibilidade detectados noutras regiões do globo, como os Estados Unidos, a Malásia e a Indonésia.

Os problemas agora reportados acontecem um mês depois de o Facebook ter sofrido a sua pior falha de sempre, que demorou quase 24 horas. Na altura, o Facebook utilizou o Twitter para dar explicações, atribuindo os problemas a uma mudança na configuração do servidor.

Os utilizadores do Facebook e das restantes aplicações detidas pela empresa têm também recorrido ao Twitter para abordar os problemas de acesso que se estão a fazer sentir. Já as falhas no WhatsApp e no Instagram estão sobretudo concentradas na Europa. Ainda assim, há quem consiga aceder a estas redes (com algumas funcionalidades indisponíveis); as falhas variam consoante os utilizadores.

Nenhuma destas plataformas emitiu ainda um comunicado sobre a falha e não há qualquer previsão de quando o acesso estará normalizado.

UPDATE 14:15

As redes sociais Facebook, Instagram e WhatsApp voltaram a funcionar depois de durante cerca de três horas terem registados falhas, com utilizadores de todo o mundo a queixarem-se de não conseguir enviar mensagens ou atualizar páginas.

Neste momento, já é possível enviar e receber mensagens através do WhatsApp e aceder às páginas ‘online’ e às mensagens do Facebook e Instagram.

Muitas das denúncias de problemas foram feitas através do Twitter e em páginas como o Downdetector, que recebeu vários milhares de queixas de problemas nas três redes sociais detidas pela empresa dirigida por Mark Zuckerberg.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.