RÁDIO REGIONAL
DESPORTO

FC PORTO FALHA MEIAS-FINAIS DA LIGA DOS CAMPEÕES AO BATER CHELSEA POR 1-0

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O FC Porto venceu hoje o Chelsea, na segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões em futebol, com um golo tardio de Taremi, em Sevilha, mas o resultado foi insuficiente para evitar a eliminação.

Depois da derrota por 2-0 na ‘receção’ da primeira mão, no mesmo local, o FC Porto precisava de marcar e não sofrer para reentrar na eliminatória e conseguiu fazê-lo, mas só aos 90+4 minutos, num pontapé acrobático do avançado iraniano.

Necessitado de marcar e não sofrer, o treinador, Sérgio Conceição, optou por deixar no banco Taremi, fazendo regressar Sérgio Oliveira (ambos falharam primeiro jogo por castigo) para formar o meio-campo com Grujic e Uribe e adiantando Otávio para jogar com Marega e Corona no ataque.

Do lado do Chelsea, o técnico alemão Thomas Tuchel também lançou de início o médio Kanté (para o lugar do lesionado Kovacic) e o defesa Thiago Silva (ambos suplentes utilizados na primeira mão), que formou a defesa a três com Rudiger e Azpilicueta, enquanto Pulisic foi o homem escolhido para o posto de Timo Werner, que desta vez ficou no banco.

O FC Porto entrou bem no jogo, com pressão e ascendente sobre a equipa do Chelsea nos primeiros 45 minutos, mas sem criar lances de perigo claros e a não conseguir evitar sustos, como aos oito minutos, num contra-ataque em que Mount rematou e a bola desviou num defesa, quase traindo Marchesín.

A equipa campeã nacional teve a jogada mais perigosa da primeira meia hora logo aos 11 minutos, quando Corona quase aproveitou um mau alívio do guarda-redes Mendy para fazer o golo, mas o remate foi cortado em última instância por Jorginho e a bola saiu à malha lateral externa da baliza inglesa.

Aos 26 minutos, numa recuperação de bola e contra-ataque iniciado por Kanté, foi Pepe quem valeu ao FC Porto, com dois cortes consecutivos a evitar males de maior para a descomposta defesa portuguesa.

O FC Porto teve nova boa chance de golo aos 33 minutos, com Corona a ganhar as costas à defesa inglesa e a ficar frente ao guarda-redes, mas o remate saiu muito por cima e chegou-se ao intervalo com o ‘nulo’.

A segunda parte começou com a mesma toada da primeira e, depois de várias tentativas da equipa portuguesa para se aproximar da baliza inglesa, sem sucesso, foi o Chelsea a criar perigo, aos 54 minutos, valendo aos portistas que Pulisic falhou o remate, após cruzamento da esquerda.

O Chelsea voltou a ameaçar aos 57 minutos, por Mount, com Manafá a reagir rápido e a cortar o lance, para, do outro lado, os portistas ripostarem aos 65, num cabeceamento fraco de Taremi (entrado pouco antes para o lugar de Grujic) que Mendy segurou.

Pepe voltou a ser providencial a cortar um remate de Pulisic, aos 70 minutos, enquanto a formação portuguesa via o tempo escassear sem conseguir ameaçar a baliza do Chelsea, que podia ter marcado aos 90+1, mas Marchesin defendeu e evitou o golo.

Já quase no fim, Taremi encaixou um pontapé de bicicleta sem hipóteses para Mendy e deu a vitória ao FC Porto, mas não evitou a eliminação da equipa portuguesa e a qualificação do Chelsea para as meias-finais, nas quais defrontará Real Madrid ou Liverpool.

VEJA AINDA:

TAÇA DA LIGA: RÚBEN AMORIM CONFIANTE DE QUE VAI VOLTAR A VENCER O BENFICA

Lusa

SPORTING DIZ NÃO HAVER QUALQUER RISCO DE EXCLUSÃO DAS COMPETIÇÕES EUROPEIAS

Lusa

SPORTING EM RISCO DE SER AFASTADO DAS PROVAS EUROPEIAS DA UEFA

Lusa

STEPHEN EUSTÁQUIO NO FC PORTO POR EMPRÉSTIMO DO PAÇOS DE FERREIRA

Lusa

COVID-19: PAÇOS DE FERREIRA COM MAIS QUATRO CASOS POSITIVOS NO PLANTEL

Lusa

LÍDER FC PORTO AUMENTA VANTAGEM PARA SEIS PONTOS AO BATER FAMALICÃO (VÍDEO)

Lusa