Connect with us

ECONOMIA & FINANÇAS

HÁ MAIS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS EM PORTUGAL

Em 31 de Março, o emprego na administração pública situava-se em 674.379 postos de trabalho.

Datas:

em

O número de funcionários públicos subiu 0,8% no primeiro trimestre de 2018, face ao mesmo período de 2017 e ao último trimestre do ano passado, para os 674.379, revelam estatísticas oficiais divulgadas hoje.

Os dados integram a Síntese Estatística do Emprego Público (SIEP) referente ao primeiro trimestre deste ano, publicada pela Direção Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP).

Em 31 de março, o emprego na administração pública situava-se em 674.379 postos de trabalho, o que representa um aumento de 0,8% face ao mesmo período de 2017 (mais 5.138 postos de trabalho).

Comparando com o último trimestre do ano passado, o emprego na administração pública aumentou 5.048 postos de trabalho (0,8%), influenciado pelo crescimento de 0,8% do emprego na administração central, que ficou com mais 4.069 funcionários.

Os ministérios da Educação, da Saúde e da Administração Interna e o Setor Empresarial do Estado apresentarem o maior contributo para este aumento, com mais 4.120 postos de trabalho.

Segundo os dados de entradas e saídas ao longo do primeiro trimestre deste ano, registou-se neste período um saldo líquido positivo de 5.048 postos de trabalho, com um total de entradas na administração pública de 17.261 e de 13.192 saídas.

O valor da remuneração base média mensal dos trabalhadores da administração pública era de 1.465,7 euros em janeiro de 2018, correspondendo a uma subida de 0,4% face a outubro de 2017 e de 0,6% comparando janeiro de 2017.

A subida salarial está relacionada com a “entrada e saída de trabalhadores com diferentes níveis remuneratórios”, com a atualização do salário mínimo nacional e com o início do processo faseado de descongelamento de carreiras, justificou a DGAEP.

Em janeiro deste ano o ganho médio mensal (que inclui suplementos) era de 1.705,8 euros, indiciando uma subida trimestral de 0,8% e de 1,4% em termos homólogos.

Desde dezembro de 2011, o emprego público registou uma quebra de 7,3%, correspondente à redução de 53.406 postos de trabalho, revelou ainda o documento.

PUBLICIDADE
OUVIR A RÁDIO REGIONAL AQUI
CLIQUE PARA COMENTAR

DEIXE O SEU COMANTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado.

PUBLICIDADE MUSICBOX

OUVIR RÁDIO

OUVIR MÚSICA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REGIÕESPublicado há 15 horas

MACEDO DE CAVALEIROS REFORÇA APOIO AOS BOMBEIROS

A Câmara de Macedo de Cavaleiros vai reforçar em 35 mil o apoio financeiro aos bombeiros voluntários do concelho, prevendo...

REGIÕESPublicado há 16 horas

FURACÃO LESLIE: PREJUÍZOS DE 1,5 MILHÕES EM CONDEIXA-A-NOVA

A tempestade Leslie, que atingiu, sobretudo, a região Centro, provocou estragos superiores a 1,5 milhões de euros nos equipamentos municipais...

JUSTIÇAPublicado há 17 horas

JOÃO RENDEIRO CONDENADO A 5 ANOS DE PRISÃO

O antigo presidente Banco Privado Português (BPP) João Rendeiro foi hoje condenado a cinco anos de prisão com pena suspensa...

REGIÕESPublicado há 1 dia

FURACÃO LESLIE: ALUNOS NA FIGUEIRA DA FOZ SEM AULAS

O vereador da Educação da Figueira da Foz, Nuno Gonçalves, disse hoje à agência Lusa que na segunda-feira não haverá...

SOCIEDADEPublicado há 2 dias

FURACÃO LESLIE “DESLIGA” 50 MIL CLIENTES MEO

A Altice Portugal disse hoje que cerca de 50 mil clientes da rede fixa estão com serviços afetados, na sequência...

REGIÕESPublicado há 2 dias

FURACÃO LESLIE DERRUBA ESTAÇÃO EMISSORA DE RÁDIO

Também a comunicação social foi vítima do Furacão Leslie. Na Região Centro a tempestade derrubou a estação emissora da Rádio...

REGIÕESPublicado há 2 dias

FURACÃO LESLIE TROUXE A MAIOR RAJADA DE VENTO DA HISTÓRIA

Uma rajada de vento atingiu os cerca de 176 quilómetros por hora no sábado à noite na Figueira da Foz,...

SOCIEDADEPublicado há 2 dias

GOVERNO DIZ QUE “NÃO HÁ” PROVAS DE FALHAS DO SIRESP

A notícia é do Jornal Público, mas não pode deixar de ser publicada. O Governo "diz" que afinal não há...

ECONOMIA & FINANÇASPublicado há 3 dias

MOODY’S TIRA PORTUGAL DO “LIXO” FINANCEIRO

A agência de notação financeira Moody's subiu hoje o 'rating' de Portugal para 'Baa3', com perspetiva estável, retirando o país...

ECONOMIA & FINANÇASPublicado há 3 dias

HORAS EXTRA VÃO DESCONTAR MENOS PARA O IRS

Os rendimentos com horas extra poderão vir a beneficiar de uma taxa de retenção na fonte de IRS menor no...

PUBLICIDADE LINHA CANCRO

AS MAIS LIDAS