NACIONAL

JUDICIÁRIA ALERTA PARA ROUBO DE DADOS EM SEU NOME

A Polícia Judiciária (PJ) alertou hoje para a existência de uma campanha de roubo de dados (‘phishing’) através de e-mails enviados em massa em nome da PJ.

A PJ, através da Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T), informou que detetou a existência da campanha de ‘phishing’ depois de ter recebido e-mails de pessoas que foram alvo dos e-mails fraudulentos.

Segundo a UNC3T da PJ, os e-mails usados para o roubo de dados referem-se a uma alegada necessidade de comparência do destinatário na Polícia Judiciária.

“Alertam-se os destinatários, para o facto de os mails suspeitos apresentarem falsamente o domínio da Polícia Judiciária (xxxxxx@policiajudiciaria.pt), o qual não corresponde ao legítimo domínio de correio eletrónico desta Polícia”, acrescenta o comunicado da UNC3T.

A PJ sublinha que “não deverão os destinatários, em momento algum, abrir ou seguir os ‘links’ (ligações) constantes dos referidos e-mails suspeitos”.

A Polícia Judiciária adianta que está a investigar a origem dos e-mails fraudulentos.

VEJA AINDA:

PORTO: POLÍCIA PROCURA DROGA NO BAIRRO DA PASTELEIRA E JÁ FEZ VÁRIAS DETENÇÕES

Lusa

POLÍCIA INVESTIGA ASSALTOS EM ESCRITÓRIOS DE ADVOGADOS

Lusa

SETÚBAL: ENCONTRATO CADÁVER DE UM HOMEM ‘AMARRADO’ EM GRÂNDOLA

Lusa

LISBOA: SEF DETEVE UM HOMEM SUSPEITO DE TRÁFICO DE SERES HUMANOS

Lusa

FARO: ENCONTRADO CORPO DE HOMEM DESAPARECIDO EM PRAIA DE VILA DO BISPO

Lusa

BELENENSES VAI APRESENTAR QUEIXA-CRIME CONTRA PEDRO PROENÇA E LIGA DE CLUBES

Lusa