RÁDIO REGIONAL | PORTUGAL
ECONOMIA & FINANÇAS

MERCADO AUTOMÓVEL COM SUBIDA DE 19,8% ATÉ MAIO COM 77.090 VEÍCULOS

O mercado automóvel aumentou 19,8% nos primeiros cinco meses, face ao período homólogo de 2020, tendo sido colocados em circulação 77.090 novos veículos, mas continua a cair 36,3% na comparação com 2019, segundo a ACAP.

De acordo com os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP) hoje divulgados, tal como se tinha já verificado em abril, maio continuou a registar um “forte crescimento do mercado automóvel” face a 2020.

Todavia, acentua esta associação, esse crescimento “não corresponde à realidade face à situação vivida neste período do ano anterior [2019]”.

“Em maio de 2021 foram matriculados pelos representantes legais de marca a operar em Portugal 19.668 veículos automóveis”, detalha a ACAP, sendo que aquele valor representa uma subida de 159,5% por comparação com igual mês de 2020.

No entanto, e em relação a maio de 2019, aqueles 19.668 veículos representam uma quebra de 26,5%.

Por tipologias, os dados mostram de janeiro a maio as matrículas de automóveis ligeiros de passageiros totalizaram 62.509 unidades, o que reflete um aumento de 16,2% relativamente aos primeiros cinco meses de 2020.

Na comparação com igual período de 2019, observa-se uma variação negativa de 39,5%.

No mercado de ligeiros de mercadorias registou-se no quinto mês de 2021, um aumento de 52,3% face a 2020, situando-se nas 2.575 matrículas e uma evolução negativa de 25,8% face ao mês homólogo de 2019.

Em termos acumulados, nestes primeiros cinco meses de 2021, o mercado atingiu 12.513 unidades, refletindo um aumento de 34,9% em comparação com o período homólogo de 2020 e um decréscimo de 18,5% face ao período homólogo do ano de 2019.

Relativamente ao mercado de veículos pesados, que engloba os tipos de passageiros e de mercadorias, em maio de 2021 registou-se um aumento de 193,9% face ao mesmo mês do ano passado, tendo sido comercializados 432 veículos desta categoria.

Já na comparação homóloga com 2019 há a registar uma queda de 7,3%.

No acumulado dos primeiros cinco meses de 2021 as matrículas de pesados totalizaram 2.068 unidades, o que representou um decréscimo do mercado de 10,3% relativamente ao período homólogo de 2019 e um aumento de 62,1% quando comparado com o mesmo período de 2020, indica a ACAP.

VEJA AINDA:

COVID-19: APROVADO PROLONGAMENTO DE APOIOS ÀS RENDAS HABITACIONAIS E COMERCIAIS ATÉ FIM DO ANO

Lusa

COVID-19: PORTUGAL COM MAIOR NÚMERO DE NOVOS CASOS DIÁRIOS DESDE FEVEREIRO

Lusa

GOVERNO ADIA ENTREGA DA DECLARAÇÃO E PAGAMENTO DE IRC PARA 16 DE JULHO

Lusa

COVID-19: CERTIFICADOS DIGITAIS SERÃO GRATUITOS

Lusa

COVID-19: TELETRABALHO DEIXA DE SER OBRIGATÓRIO A PARTIR DE HOJE EXCETO EM 4 CONCELHOS

Lusa

ZERO PEDE QUE CARROS NOVOS VENDIDOS EM PORTUGAL SEJAM 100% ELÉTRICOS A PARTIR DE 2035

Lusa