Ligue-se a nós

DESPORTO

MORREU MONIZ PEREIRA

Foi uma das figuras maiores do desporto português e o grande responsável pelo nascimento de um Portugal campeão no atletismo. Deixou fisicamente o país que tanto amou, mas a sua memória será para sempre recordada. Vê mais aqui. Partilha com os teus amigos !

Online há

em

MORREU MONIZ PEREIRA

Portugal está de luto. Mário Alberto Freire Moniz Pereira faleceu este domingo, aos 95 anos, e deixou o mundo do desporto mais pobre. O ‘Senhor Atletismo’ era um verdadeiro homem dos sete ofícios, tendo sido atleta em várias modalidades, treinador, selecionador e compositor.

Recordado por muitos pelo impulso que deu não só ao atletismo mas aos desportistas em si, são muitos os que o descrevem como o responsável pelo desenvolvimento da modalidade em Portugal e por uma época dourada do atletismo.

“Devemos-lhe o legado de acreditar que é possível fazer e ter resultados no atletismo. Foi um grande exemplo, não só para o atletismo como para toda a sociedade”, afirmou, Jorge Vieira, presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, dá conta A Bola.

Um “fazedor de campeões”:

O atletismo confunde-se com o nome desta personagem incontornável, tal como acontece com o Sporting. Durante várias décadas, Moniz Pereira – que para sempre será uma inspiração para os portugueses – foi visto como um homem dedicado às suas paixões e foi assim que conseguiu tornar-se numa figura determinante tanto a nível nacional como internacional.

O atletismo ficou mais pobre sem uma figura que sempre reclamou maior protagonismo para as modalidades, sendo voz crítica pelo destaque dado ao futebol.

Esteve em 12 Jogos Olímpicos, 13 Europeus e 21 Mundiais de corta-mato, entre outras provas e foi o responsável pela glória de figuras como Carlos Lopes ou Fernando Mamede. Qualquer triunfo na modalidade irá ter sempre como pano de fundo o homem descrito como um ‘fazedor de campeões’. Carlos Lopes, o primeiro atleta luso a conseguir a primeira medalha olímpica e o primeiro ouro de sempre numa prova do género, destaca as suas capacidades enquanto homem. Porque o homem é que faz o atleta.

Um “senhor de paixões”:

“Ele acreditou que era possível eu tornar-me campeão. A medalha de prata em 1976, mesmo antes do ouro de 1984, foi o indício de que estava a nascer uma era dourada no atletismo nacional”, disse.

Moniz Pereira é o maior símbolo do atletismo nacional e Bruno de Carvalho, presidente dos ‘leões’ descreve-o como “criador de campeões e senhor de paixões” já Vicente Moura, ‘vice’ do Sporting para as modalidades lembra que este “amava o atletismo”, explicando que “foi uma figura muito grande do desporto nacional”.

As manifestações de pesar multiplicam-se quase à velocidade com que este sonhava e conduzia os atletas a conquistas douradas, que enriqueciam um Portugal pouco crente do seu valor. Vieram de todos os quadrantes e nem as cores clubísticas bloquearam o sentimento de pesar que se vai sentindo. “Perdeu-se uma grande referência do atletismo português e do pensamento desportivo”, disse Luís Filipe Vieira, presidente do grande rival, Benfica.

Moniz Pereira será sempre recordado como o maior símbolo do ecletismo do século XX e também o Primeiro-Ministro, António Costa, fez questão de assinalar o momento: “As minhas condolências à família do Prof. Moniz Pereira, grande atleta, recordista, dirigente e treinador de campeões”.

O desporto estava-lhe no sangue e será impossível a cada português descolar-se da triste ideia de ter perdido uma das figuras mais importantes do desporto luso.

DESPORTO

MUNDIAL 2022: INGLATERRA E ESTADOS UNIDOS SEGUEM PARA OS ‘OITAVOS’

A Inglaterra, ao bater o País de Gales por 3-0, e os Estados Unidos, com um triunfo por 1-0 sobre o Irão, de Carlos Queiroz, qualificaram-se hoje para os oitavos de final do Mundial de futebol de 2022.

Online há

em

blank

A Inglaterra, ao bater o País de Gales por 3-0, e os Estados Unidos, com um triunfo por 1-0 sobre o Irão, de Carlos Queiroz, qualificaram-se hoje para os oitavos de final do Mundial de futebol de 2022.

Na terceira jornada do Grupo B, as quatro seleções partiram com hipóteses, com os ingleses a conseguirem o primeiro lugar, ao vencerem os vizinhos galeses com tentos de Marcus Rashford, aos 50 e 68 minutos, e Phil Foden, aos 51.

O segundo lugar, também premiado, foi para os norte-americanos, que ‘vingaram’ o desaire (1-2) de 1998 com um tento de Christian Pulisic, aos 38 minutos. Saiu lesionado do lance e acabou substituído ao intervalo.

Nos ‘oitavos’, a Inglaterra vai defrontar o Senegal, no domingo, enquanto os Estados Unidos vão medir forças com os Países Baixos, no sábado. Também já garantiram o apuramento França, Brasil e Portugal.

LER MAIS

DESPORTO

SPORTING RENOVA COM TREINADOR RÚBEN AMORIM ATÉ 2026

O Sporting renovou o contrato do treinador Rúben Amorim, que levou o clube ao título nacional de futebol na época 2020/21, até 2026, anunciou hoje o emblema ‘verde e branco’ em comunicado enviado à CMVM.

Online há

em

blank

O Sporting renovou o contrato do treinador Rúben Amorim, que levou o clube ao título nacional de futebol na época 2020/21, até 2026, anunciou hoje o emblema ‘verde e branco’ em comunicado enviado à CMVM.

Numa nota enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a SAD ‘leonina’, liderada por Frederico Varandas, dá nota da renovação do vínculo “por mais duas épocas desportivas, ou seja, até 30 de junho de 2026”.

Amorim, de 37 anos, conquistou a I Liga em 2021, quebrando o ‘jejum’ de 19 anos dos ‘leões’, somando-lhe uma Supertaça Cândido de Oliveira e duas Taças da Liga, assinando agora novo contrato que prolonga a ligação entre as duas partes.

Este ano, o emblema lisboeta é quarto classificado no campeonato, foi eliminado da Taça de Portugal, prepara-se para arrancar a participação na Taça da Liga e ‘caiu’ para a Liga Europa, após a fase de grupos da Liga dos Campeões.

LER MAIS

DESPORTO

MUNDIAL 2022: PAÍSES BAIXOS E SENEGAL APURAM-SE PARA OS OITAVOS

Os Países Baixos, ao baterem o Qatar por 2-0, e o Senegal, vencedor por 2-1 face ao Equador, qualificaram-se hoje para os oitavos de final do Mundial de futebol de 2022, na terceira jornada do Grupo A.

Online há

em

blank

Os Países Baixos, ao baterem o Qatar por 2-0, e o Senegal, vencedor por 2-1 face ao Equador, qualificaram-se hoje para os oitavos de final do Mundial de futebol de 2022, na terceira jornada do Grupo A.

Cody Gapko, que marcou pelo terceiro jogo consecutivo, aos 26 minutos, e Frankie de Jong, aos 49, selaram o triunfo da seleção ‘laranja’, que venceu o agrupamento, enquanto o Qatar, com o terceiro desaire, confirmou-se como o pior anfitrião da história.

Por seu lado, o Senegal venceu o Equador por 2-1, com tentos de Ismaila Sarr, aos 44 minutos, de penálti, e Kalidou Koulibaly, aos 70, contra um de Moisés Caicedo, que, aos 67, ainda restabeleceu a igualdade, que chegava aos sul-americanos.

Na classificação, a Holanda (sete pontos) e o Senegal (seis) conseguiram os dois primeiros lugares e juntaram-se nos ‘oitavos’ a França, Brasil e Portugal, apurados após duas rondas, enquanto o Equador foi eliminado ao ser terceiro (quatro).

LER MAIS

DESPORTO

MUNDIAL 2022: TECNOLOGIA CONFIRMA QUE RONALDO NÃO TOCOU NA BOLA

A tecnologia instalada nas bolas de futebol do Mundial2022 do Qatar revela que Cristiano Ronaldo não teve qualquer contacto com o esférico no primeiro golo de Portugal no triunfo por 2-0 sobre o Uruguai.

Online há

em

blank

A tecnologia instalada nas bolas de futebol do Mundial2022 do Qatar revela que Cristiano Ronaldo não teve qualquer contacto com o esférico no primeiro golo de Portugal no triunfo por 2-0 sobre o Uruguai.

“Usando a Connected Ball Technology alojada na bola da Adidas, conseguimos definitivamente provar que não houve qualquer contacto de Cristiano Ronaldo com a bola no primeiro golo do jogo entre Portugal e o Uruguai”, esclareceu a FIFA, ao canal ESPN, em nome da Adidas.

O primeiro tento da partida do Grupo H surgiu aos 54 minutos, num cruzamento de Bruno Fernandes que o capitão luso tentou desviar, contudo, sem sucesso, ainda assim enganando o guarda-redes, que não se fez ao lance.

“O sensor IMU de 500 Hz dentro da bola permite-nos ser altamente precisos na nossa análise”, reforça a Adidas, segura de que “nenhuma força externa” foi detetada na bola.

Inicialmente, a FIFA indicou o golo como sendo de Cristiano Ronaldo, porém, rapidamente corrigiu essa indicação, atribuindo-o a Bruno Fernandes, que também marcou o segundo, aos 90+3, na conversão de uma grande penalidade.

Cristiano Ronaldo celebrou o golo como sendo o seu autor e no fim da partida fez gestos indicando de que teria desviado a bola, enquanto Bruno Fernandes e o selecionador Fernando Santos relevaram a situação, não estando totalmente seguros e privilegiando o resultado positivo que coloca Portugal na liderança isolada do grupo.

“Celebrei como se fosse golo do Cristiano. Pareceu-me que ele tinha tocado na bola. O meu objetivo era cruzar a bola para ele. Estamos felizes com a vitória independentemente de quem marcou. O mais importante é que alcançamos o nosso objetivo, que é estar na próxima fase”, disse Bruno Fernandes, no fim.

A tecnologia instalada na bola permite fornecer dados em tempo real aos árbitros e VAR, ajudando assim a melhorar a qualidade e velocidade das tomadas de decisão.

Na sexta-feira, frente à Coreia do Sul orientada pelo português Paulo Bento, antigo selecionador luso, Cristiano Ronaldo, que disputa o seu quinto mundial, vai ter uma nova oportunidade de marcar, sendo que, se o fizer, igualará Eusébio, que apenas competiu em Inglaterra1966, como o maior goleador português na história dos mundiais, com nove golos.

blank

LER MAIS

JORNAL ONLINE

blank

DESPORTO DIRETO

MUSICBOX

EMISSÃO NACIONAL





EMISSÃO REGIONAL










WEBRÁDIOS TEMÁTICAS MUSICAIS










LINHA CANCRO

PAGAMENTO PONTUAL

KEYWORDS

MAIS LIDAS