RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

O “PENSADOR” FOI PROCESSADO

O PENSADOR FOI PROCESSADOnbsp| RÁDIO REGIONAL

O fundador do Clube dos Pensadores e cronista do Jornal Audiência, Joaquim Jorge, foi alvo de uma queixa-crime por difamação por parte do Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, Vítor Rodrigues. Joaquim Jorge terá denunciado pressões da Autarquia que impedissem a publicação dos seus artigos no Jornal Audiência, uma publicação regional cujo director é Joaquim Ferreira Leite; e que para Joaquim Jorge se tratavam de manobras políticas que limitavam a sua liberdade de expressão.

Joaquim Jorge terá mesmo publicado num blogue: “... perseguir, censurar e procurar arrumar alguém que não pensa como nós é inqualificável numa democracia e mostra o verdadeiro lado dessa gente – chué e pueril …

Segundo consta no processo de difamação movido pela Autarquia de Vila Nova de Gaia, Joaquim Jorge terá proferido palavras foram consideradas “insidiosas e desonrosas” pelo autarca, ao mesmo tempo que assegura que as “alegadas pressões” não ficaram provadas.

Joaquim Jorge diz ainda que: “… foi o próprio director do jornal, Joaquim Ferreira Leite, que me disse que estava a ser pressionado. E disse-o mais tarde, publicamente, num programa de rádio em que eu também participava …“.

A Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, assim como o seu Presidente, disseram à Rádio Regional que o assunto está no Tribunal e como tal não devem comentar assuntos que estão entregues à Justiça.

No passado Joaquim Jorge foi o alvo de situações tensas nos eventos que organiza, nomeadamente este que teve destaque na TVI:

VEJA AINDA:

VILA NOVA DE FOZ CÔA: ARQUEÓLOGOS DESCOBREM NOVAS GRAVURAS COM 12 MIL ANOS

Lusa

PORTO: HOSPITAL DE SÃO JOÃO DUPLICA COLHEITA DE ÓRGÃOS PARA TRANSPLANTE

Lusa

VIANA DO CASTELO: EM CINCO MESES ARDEU TANTO QUANTO TODO O ANO DE 2021

Lusa

PORTO: METRO ALARGA LINHA DO AEROPORTO E REFORÇA FREQUÊNCIAS

Lusa

VISEU: PADRE ACUSADO POR TENTATIVA DE COAÇÃO SEXUAL E ALICIAMENTO DE MENOR

Lusa

ARMAMAR: MULHER GRAVEMENTE FERIDA EM CONTEXTO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Lusa