Ligue-se a nós

REGIÕES

OLIVEIRA DE AZEMÉIS: SETE ANOS DE PRISÃO PARA AUTOR DE INCÊNDIO EM 2022

O Tribunal de Santa Maria da Feira condenou hoje a sete anos de prisão o autor confesso de um incêndio florestal ocorrido em julho de 2022, em Oliveira de Azeméis, no distrito de Aveiro.

Online há

em

O Tribunal de Santa Maria da Feira condenou hoje a sete anos de prisão o autor confesso de um incêndio florestal ocorrido em julho de 2022, em Oliveira de Azeméis, no distrito de Aveiro.

O arguido, de 39 anos, que se dedicava à pequena agricultura de subsistência, estava acusado de quatro crimes de incêndio florestal, mas foi condenado apenas por um deles, nomeadamente o que diz respeito ao incêndio ocorrido a 13 de julho de 2022.

Em relação aos fogos florestais ocorridos na mesma zona nos dias 27 de junho e 07 e 15 de julho, do mesmo ano, a juíza presidente explicou que não se provou o envolvimento do arguido, sendo por isso absolvido dos incêndios em causa.

Durante a leitura do acórdão, a juíza presidente lembrou que o arguido já tinha sido condenado por um crime de incêndio florestal numa pena suspensa e, não obstante isso, voltou a cometer um crime da mesma natureza.

“O senhor sabia perfeitamente o que estava a fazer. Deve gostar de andar aí a colocar fogos, porque já não é a primeira vez que é condenado, e nem sequer pensou nas consequências disto, nos prejuízos que causou a várias pessoas e à nossa mancha florestal. Por isso, vai ter de cumprir os sete anos de prisão”, referiu a magistrada.

Além da pena de prisão, o arguido foi condenado a pagar uma indemnização de cerca de 64 mil euros a uma empresa e mil euros a um particular, dois dos lesados do incêndio.

O arguido vai manter-se em prisão preventiva até se esgotarem todos os prazos para poder recorrer da sentença.

O Tribunal deu como provado que, no dia 13 de julho de 2022, o arguido deslocou-se a uma zona florestal situada junto ao Santuário da Nossa Senhora da Ribeira, em Pinheiro da Bemposta, Oliveira de Azeméis, e ateou fogo a um “cordão de matéria vegetal de combustão rápida com folhas de eucalipto” que se propagou à vegetação da manta morta, tendo efetuado a mesma operação a cerca de 150 metros daquele local, mas neste caso o fogo extinguiu-se.

O acórdão refere que o incêndio se “propagou por uma área com cerca de 2.865 hectares, evoluindo em direção aos municípios de Estarreja e Albergaria-a-Velha, tendo consumido e destruído diversas áreas florestais, unidades fabris, terrenos e produções agrícolas, viaturas automóveis e uma habitação devoluta, para além de ter colocado em perigo diversas habitações existentes no local, de ter-se aproximado das autoestradas A29, A25 e A1, vias rodoviárias de grande tráfego que estiveram cortadas ao trânsito por várias horas, causando um prejuízo patrimonial de cerca de 4,7 milhões de euros”.

O incêndio foi combatido até cerca das 16:45 do dia 14 de julho por 142 viaturas e 436 bombeiros de diversas corporações, tendo sido dado como extinto às 20:37 no dia 15, não obstante os reacendimentos que ocorreram nos dias seguintes.

REGIÕES

SETÚBAL: JUDICIÁRIA APREENDE 800 KG DE COCAÍNA “PURA” EM CAIXAS DE BANANAS

A Polícia Judiciária (PJ) apreendeu na sexta-feira cerca de 800 quilos de cocaína de elevado grau de pureza que estavam dissimulados em caixas de bananas num navio proveniente da Colômbia, revelou hoje aquela força de segurança.

Online há

em

A Polícia Judiciária (PJ) apreendeu na sexta-feira cerca de 800 quilos de cocaína de elevado grau de pureza que estavam dissimulados em caixas de bananas num navio proveniente da Colômbia, revelou hoje aquela força de segurança.

Em comunicado, a PJ indicou que a apreensão foi efetuada através da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes, que desenvolveu na sexta-feira uma ação de prevenção criminal no Porto de Setúbal.

“A cocaína vinha dissimulada em caixas de bananas, acondicionadas em paletes num dos porões do referido navio”, adiantou a polícia.

Na sequência desta apreensão, foi aberto um inquérito-crime para investigação.

Segundo o comunicado, esta ação foi desenvolvida “em estreita cooperação com as autoridades colombianas”.

LER MAIS

REGIÕES

BRAGA: ATROPELAMENTO MORTAL DE JOVEM EM SOBREPOSTA SOB INVESTIGAÇÃO – GNR

Um jovem de 18 anos morreu atropelado na madrugada de hoje, na área do parque industrial de Sobreposta, em Braga, “em circunstâncias que ainda estão a ser investigadas”, disse à Lusa fonte da GNR.

Online há

em

Um jovem de 18 anos morreu atropelado na madrugada de hoje, na área do parque industrial de Sobreposta, em Braga, “em circunstâncias que ainda estão a ser investigadas”, disse à Lusa fonte da GNR.

“Confirmamos a morte de um jovem, vítima de atropelamento na zona do parque industrial, pelas 00:30, mas como foi, em que circunstâncias foi, ainda se está a investigar”, indicou a fonte.

O Jornal de Notícias refere, na sua página na internet, que o jovem foi atropelado quando assistia a uma corrida ilegal de carros e que foi abalroado por uma das viaturas, tendo morte imediata.

Fonte da Proteção Civil confirmou à Lusa que o óbito foi declarado no local.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS