Ligue-se a nós

DESPORTO

OTT TANAK VENCE NA FINLÂNDIA E ALARGA VANTAGEM NO MUNDIAL DE RALIS

O estónio Ott Tanak (Toyota Yaris) venceu hoje o Rali da Finlândia, nona prova do Campeonato do Mundo, e alargou a vantagem que tinha no comando da competição para 22 pontos.

Online há

em

O estónio Ott Tanak (Toyota Yaris) venceu hoje o Rali da Finlândia, nona prova do Campeonato do Mundo, e alargou a vantagem que tinha no comando da competição para 22 pontos.

Tanak, que somou cinco pontos extra pela vitória na ‘power stage’, a últimas das especiais cronometradas, deixou o segundo classificado, o finlandês Esapekka Lappi (Citroën C3) a 25,3 segundos, com outro finlandês, Jari-Matti Latvala (Toyota Yaris) a fechar os lugares do pódio, já a 33,2.

O francês Sébastien Ogier (Citroën C3), campeão mundial em título e segundo classificado no campeonato, não foi além do quinto lugar final, a 56,1 segundos do vencedor, somando ainda dois pontos com o quarto lugar na ‘power stage’, terminando a prova atrás do norueguês Andreas Mikkelsen (Hyundai i20).

“Fiz tudo o que pude, mas foi um rali difícil para nós. Tive de lutar contra muitas dificuldades, incluindo eu próprio, porque no sábado não estive ao meu melhor nível”, assumiu Ogier, que tem agora 158 pontos no campeonato, contra os 180 de Tanak.

Por seu lado, Tanak falou de um “grande fim de semana”, adiantando que “a pausa de verão chegou na altura certa, pois estava mesmo devastado depois do rali da Sardenha”.

Publicidade

“Conseguimos o resultado perfeito e temos de continuar assim. Ainda faltam cinco ralis, pelo que ainda há muito trabalho para fazer”, frisou o vencedor da prova finlandesa.

Esta foi a quarta vitória da temporada para Tanak, em nove corridas. A última delas tinha acontecido precisamente em Portugal, em 01 de junho.

O belga Thierry Neuville (Hyundai i20) foi o sexto classificado e atrasou-se ainda mais na corrida pelo título, apesar de manter a terceira posição do campeonato, com 155 pontos.

No Mundial de Construtores, a Hyundai mantém o comando, com 262 pontos, contra os 238 da Toyota e os 198 da Citroën.

A próxima prova é o rali da Alemanha, de 22 a 25 de agosto.

Publicidade

AGYR // PFO

Publicidade
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

DESPORTO

FÁBIO VERÍSSIMO É O ÁRBITRO DO SPORTING-BENFICA PARA A TAÇA DE PORTUGAL

Fábio Veríssimo vai arbitrar pela terceira vez um dérbi entre Sporting e Benfica, na quinta-feira, para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, informou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Online há

em

Fábio Veríssimo vai arbitrar pela terceira vez um dérbi entre Sporting e Benfica, na quinta-feira, para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, informou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O árbitro, de 41 anos, da associação de Leiria, vai contar no embate entre ‘leões’ e ‘águias’, marcado para as 20:45, com os assistentes Pedro Martins e Hugo Marques, com Fábio Melo no videoárbitro (VAR), coadjuvado por João Bessa Silva, e Hélder Malheiro como quarto árbitro.

Este será o sexto jogo entre ‘grandes’ na carreira de Fábio Veríssimo, e o terceiro que ‘apita’ entre os rivais de Lisboa, os anteriores para o campeonato, nas épocas de 2019/20 e 2021/22, ambos com vitória das ‘águias’.

LER MAIS

DESPORTO

TAÇA DE PORTUGAL: ESTATÍSTICA FAVORECE OS LEÕES NO CLÁSSICO FRENTE AO BENFICA

O Sporting tem um domínio avassalador sobre o Benfica nos jogos caseiros para a Taça de Portugal em futebol, com 13 triunfos, contra apenas três derrotas, a última há mais de 60 anos.

Online há

em

O Sporting tem um domínio avassalador sobre o Benfica nos jogos caseiros para a Taça de Portugal em futebol, com 13 triunfos, contra apenas três derrotas, a última há mais de 60 anos.

Em 16 receções aos ‘encarnados’, para a segunda prova mais importante do calendário luso, os ‘leões’ só falharam o triunfo em 1942/43 (2-3), 1944/45 (1-2) e 1962/63 (0-1), e, nestas ocasiões, só na primeira foram eliminados.

Em 1942/43, os ‘encarnados’ venceram no Lumiar por 3-2, com tentos de Canário, Teixeira e Cruz, este último de penálti, garantindo um lugar na final do Jamor, onde golearam o ‘secundário’ Vitória de Setúbal por 5-1.

Os outros triunfos, também em meias-finais, não deram apuramento, pois, em 1944/45, o Sporting ganhou por 3-2 no Campo Grande, na segunda mão, e depois venceu o desempate no Lumiar, e, em 1962/63, os ‘leões’ responderam com um 2-0.

A formação ‘leonina’ está, ainda assim, invicta em casa face às ‘águias’ para a Taça de Portugal há mais de seis décadas, tendo triunfado nos últimos sete jogos, entre 1975/76 e 2018/19.

Publicidade

Depois do 0-1 selado por José Águas em 1962/63, o Sporting só sabe ganhar em Alvalade e o primeiro triunfo aconteceu em 1975/76, na quinta ronda, que os ‘leões’ ultrapassaram no prolongamento, graças a um tento de Libânio (115 minutos).

Na época seguinte, as duas equipas voltaram a encontrar-se em reduto ‘leonino’ e o ‘herói’ dos locais foi Manoel, que conseguiu um ‘hat-trick’ (10, 52 e 57 minutos), escrevendo a solo o 3-0 que colocou o Sporting nos ‘quartos’.

Pela terceira vez consecutiva, em 1977/78, o sorteio ditou dérbi em Alvalade e os ‘leões’ venceram, rumo às meias-finais, com dois tentos de Manuel Fernandes e um de Keita, antes do golo de honra de Humberto Coelho (3-1).

Seis anos volvidos, o Sporting voltou a receber os ‘encarnados’, agora nos ‘oitavos’, e triunfou por 2-1, com golos de Jordão e Manuel Fernandes, ambos na segunda parte, após o golo madrugador de Carlos Manuel.

Depois, foi preciso esperar mais de duas décadas para novo encontro em Alvalade, que aconteceu nas meias-finais de 2007/08, num jogo com oito golos, que os ‘leões’ ganharam por 5-3, depois de estarem a perder por 2-0.

Publicidade

O atual presidente Rui Costa, aos 19 minutos, e Nuno Gomes, aos 31, materializaram o 0-2, Yannick Djaló (67), Liedson (76) e Derlei (79) viraram para 3-2, Cristian Rodríguez ainda empatou (82), mas Djaló (85) e Vukcevic (90+3) fizeram o 5-3 e colocaram o Sporting na final.

Em 2015/16, o embate foi logo à quarta eliminatória, e os ‘leões’ voltaram a começar a perder – Mitroglou marcou logo aos seis minutos -, mas prevaleceram após prolongamento, graças a um tento de Slimani, aos 112 minutos.

O derradeiro embate aconteceu na segunda mão das meias-finais de 2018/19 e o Sporting deu a volta ao desaire por 2-1 na Luz com um triunfo por 1-0, graças a um tento de Bruno Fernandes (75 minutos), que já marcara na Luz.

O Sporting vai, assim, em busca do oitavo triunfo consecutivo, e do 14.º em 17 jogos, pois, nos primórdios, também venceu em 1941/42 (4-0), 1944/45 (1-0), 1947/48 (3-0), 1953/54 (3-2), 1958/59 (2-1) e 1959/60 (3-0).

O encontro entre ‘leões’ e ‘águias’, da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal em futebol, realiza-se na quinta-feira, a partir das 20:45, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

Publicidade
LER MAIS

MAIS LIDAS