RÁDIO REGIONAL
DESPORTO

PAULO GONÇALVES FOI O MELHOR PORTUGUÊS NO RALI DE MARROCOS

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Paulo Gonçalves (Hero) terminou hoje como o melhor representante português no Rali de Marrocos de todo-o-terreno, após a quinta e última especial desta prova de encerramento do Campeonato do Mundo.

O piloto de Esposende, que foi o primeiro a partir para a etapa de hoje por ter vencido na terça-feira, terminou a prova no 13.º lugar final, a 58.24 minutos do vencedor, o norte-americano Andrew Short (Husqvarna).

Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) concluiu a prova marroquina em 15.º, a 1:06.22 horas do vencedor, enquanto Mário Patrão (KTM) foi o 22.º, a 2:52.22 de Short.

Nesta derradeira etapa, com um total de 456,84 quilómetros, entre Erfoud e Fez, Paulo Gonçalves foi apenas o 20.º classificado, a 15.50 minutos do australiano Toby Price (KTM), o mais rápido do dia.

“Foi uma edição bastante dura e complicada em termos de navegação. Ontem [terça-feira] venci a especial e hoje parti a abrir a pista. Era uma especial com muita montanha. Optei por uma condução tranquila, para não cometer erros. Ao quilómetro 80, os pilotos que partiram atrás de mim, que discutiam a geral, apanharam-me e deixei-os passar”, explicou o piloto de Esposende.

Paulo Gonçalves, que se estreia este ano com a marca indiana, considera que “foi um teste muito bom”. “Não tivemos nenhum problema mecânico. Vamos continuar a trabalhar e esperar um bom Dakar”, frisou, em declarações à agência Lusa.

Joaquim Rodrigues Jr. valorizou, também, a “experiência”. “Foi a última corrida antes do Dakar, pelo que queríamos reunir o máximo de informação possível sobre as motas. Agora, é tempo de descansar um pouco antes de nos concentrarmos definitivamente no Dakar”, concluiu.

Já Mário Patrão considerou que “foram etapas de navegação difícil”. “Foi uma prova exigente. Nas terceira e quarta especiais, o ‘roadbook’ apenas nos foi entregue poucos minutos antes da corrida, o que condicionou um pouco a organização do percurso por parte dos pilotos e a perceção dos perigos, mas o objetivo foi cumprido”, sublinhou.

O britânico Sam Sunderland (KTM) sagrou-se campeão mundial de todo-o-terreno, batendo Andrew Short por 14 pontos.

Nos SSV, Mário Franco/Rui Franco (Yamaha) terminaram em quinto lugar, enquanto Rui Serpa/Nuno ‘Matias’ Guilherme concluíram a prova na nona posição.

VEJA AINDA:

SPORTING VENCE NA LUZ E IGUALA FC PORTO NO TOPO DA I LIGA (VÍDEO)

Lusa

SPORTING E FC PORTO TÊM ATÉ FINAL DE JANEIRO PARA PAGAR DÍVIDAS E EVITAR SUSPENSÕES NA UEFA

Lusa

COVID-19: VÁRIOS CLUBES DA I LIGA LIMITAM LOTAÇÃO A 5.000 PARA DISPENSAR ADEPTOS DE TESTE

Lusa

SÉRGIO CONCEIÇÃO ALERTA: ‘TODOS OS CUIDADOS SÃO POUCOS PARA EVITAR COVID-19’

Lusa

FC PORTO: RELATÓRIO DE CONTAS 2020/21 APROVADO POR MAIORIA

Lusa

SPORTING DE BRAGA REGRESSA AOS TRIUNFOS FRENTE AO VIZELA (VÍDEO)

Lusa

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Canlı Maç Sonuçları Run 3 Play Snake Friv Atari Breakout cookie clicker unblocked games Düğün Paketleri uygunsigara.com/ Umzug Basel
saç ekimi hair transplant
Umzug Basel
seslendirme santral anons santral seslendirme
salt likit