REGIÕES

POLÍCIA COM TECTO A “CAIR”

POLICIA COM TECTO A "CAIR"

O Governo determinou a realização imediata de obras de sustentação da cobertura da esquadra da PSP de Vila Real de Santo António, que se encontra em elevado estado de degradação. Segundo o Ministério da Administração Interna, o investimento previsto atinge os 58 mil euros, tendo como objectivo “garantir as condições de segurança dos utilizadores do imóvel até à conclusão do processo de reinstalação da esquadra”.

O Governo reconhece que as instalações policiais da cidade vila-realense não apresentam condições adequadas. Além das obras de sustentação do tecto, já foi desencadeado “um processo de identificação de uma solução” para a mudança de instalações, envolvendo “na tomada de decisão a PSP e a câmara”. Este posição surge na sequência de questões colocadas pelo deputado Paulo Sá (PCP). O parlamentar alerta que vários espaços da esquadra já “tiveram de ser escorados, por ameaçarem ruir”, uma situação que “coloca em risco a segurança dos 63 profissionais da PSP que trabalham actualmente nesta esquadra, assim como os cidadãos que aí se deslocam”.

O deputado lembra que já em 2014 visitara o local e verificara que “as paredes e os tectos apresentavam muitas fissuras e fendas, algumas delas de grande extensão e profundidade”, bem como “chovia em várias divisões” e “o estuque das paredes e dos tectos encontra-se danificado, ameaçando ruir”. O governo da altura prometeu avançar com obras em 2015, o que não aconteceu.

VEJA AINDA:

AMARES: MINISTÉRIO PÚBLICO ACUSA IPSS PELO CRIME DE CORRUPÇÃO

Lusa

MACEDO DE CAVALEIROS: 12 CASOS DE COVID-19 EM LAR DE IDOSOS

Lusa

GUARDA: ESCOLA ENCERRA DEVIDO À INFEÇÃO DE DUAS FUNCIONÁRIAS

Lusa

SÃO BRÁS DE ALPORTEL: SETE INFETADOS EM LAR DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA

Lusa

BRAGA: CASAL ‘INVENTA’ QUATRO FILHOS PARA RECEBER SUBSÍDIOS

Lusa

COIMBRA: UNIVERSIDADE LANÇA PROJETO DE TESTES RÁPIDOS PARA O COVID-19

Lusa