Connect with us

ECONOMIA & FINANÇAS

POLÍCIAS “EXIGEM” CELERIDADE NO SUBSIDIO DE RISCO

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia congratulou-se hoje com a aprovação pelo parlamento do projeto de resolução que recomenda ao Governo a atribuição do subsídio de risco a estes profissionais, pedindo “máxima celeridade” na sua aplicação.

Notícia publicada há

em

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia congratulou-se hoje com a aprovação pelo parlamento do projeto de resolução que recomenda ao Governo a atribuição do subsídio de risco a estes profissionais, pedindo “máxima celeridade” na sua aplicação.

A Assembleia da República aprovou hoje um projeto de resolução do partido ecologista “Os Verdes” recomendando ao Governo a atribuição do subsídio de risco aos profissionais da PSP.

“A nossa posição é de satisfação. É uma matéria que vem sendo discutida há muito tempo e que nunca vimos, da parte dos deputados, um consenso tão alargado: todos votaram a favor à exceção do PS, que se absteve. Mas vermos os deputados todos reconhecer e dizer que era necessário compensar o risco aos polícias foi uma vitória já. Pela primeira vez tivemos um consenso tão alargado ao ponto de ser possível aprovar esse projeto de resolução”, disse à agência Lusa o presidente da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP), Paulo Rodrigues.

O projeto de resolução vai agora ser publicado em Diário da República e Paulo Rodrigues avisa que é preciso dar o passo seguinte: definir com a tutela o modelo e a forma como pretende aplicar esta compensação e definir o seu valor.

Assim, o presidente da ASPP/PSP anunciou que vai pedir na sexta-feira uma reunião urgente com o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, para debater essas questões.

“Pretendemos essa reunião para exigir máxima celeridade nesta questão porque já estivemos tantos anos à espera que depois deste projeto de resolução e desta maioria do Governo dizer que sim, que é preciso compensar, acho que o Governo deve fazer tudo para ser célere na sua aplicação. Por isso mesmo amanhã vamos pedir já uma reunião de urgência ao ministro para perceber quais são os moldes que o Governo pretende já aplicar e os ‘timings’ que, no fundo, quer discutir para poder fazer essa aplicação”, afirmou Paulo Rodrigues.

O projeto de resolução do partido ecologista “Os Verdes”, apresentado na sequência de uma petição promovida pela ASPP/PSP, foi discutido hoje em plenário, e recebeu votos favoráveis de todos os partidos, com exceção do PS, que se absteve.

A petição da ASPP/PSP pela atribuição do subsídio de risco aos profissionais da PSP foi subscrita por cerca de 7.500 cidadãos.

De acordo com o projecto de resolução aprovado, o parlamento “recomenda ao Governo que desenvolva as diligências necessárias com vista a atribuir o subsídio de risco aos Profissionais da PSP, cujo valor deverá ser negociado com as Associações representativas dos profissionais da Policia de Segurança Pública”.

OUVIR A RÁDIO REGIONAL AQUI
COMENTÁRIOS AQUI

DEIXAR O MEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado.

AS MAIS LIDAS