RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

PORTO: PORTUGAL FASHION À PORTA FECHADA – DECISÃO INÉDITA

nbsp| RÁDIO REGIONAL

A 46.ª edição do Portugal Fashion realizou-se hoje no Porto à porta fechada pela primeira vez em 25 anos, por causa da pandemia da Covid-19, e só não foi cancelada, porque a organização assegurou planos de contingência.

“É a primeira vez em 25 anos de história que fazemos um evento à porta fechada. Não foi uma decisão nada fácil, mas teve de ser. Tivemos de fazer vários planos e ir ponderando em função da evolução da situação em Portugal. Fomos sempre acompanhados também pela Direção Geral de Saúde [DGS], pelo Governo e, portanto, esta decisão foi muito ponderada a vários níveis”, declarou à Lusa Mónica Neto, diretora do Portugal Fashion.

Questionada pela Lusa sobre se foi ponderado cancelar o evento de moda, Mónica Neto assumiu que a hipótese do cancelamento esteve em avaliação e teria acontecido se as autoridades de saúde tivessem aconselhado que era a melhor solução.

“Se as autoridades de saúde nos tivessem dito que era a melhor solução, nós tê-lo-íamos feito. Não tivemos esse aconselhamento e, portanto, conseguimos assegurar aquilo que é também uma missão nossa, que é dar continuidade ao nosso trabalho de promoção [da moda portuguesa] dentro do calendário internacional das semanas de moda”, explicou Mónica Neto.

Adiar o Portugal Fashion ia “comprometer muito a nossa estratégia” e, portanto, o foco foi manter aquilo que é a “nossa capacidade de promoção e de contribuição”, justificou, observando que já há “muitas fábricas que começam a ser tocadas pela emergência de fechar portas” e que não realizar o Portugal Fashion, de 12 a 14 de março, teria muitas consequências para os ‘designers’ portugueses.

Esta 46.ª edição do Portugal Fashion tem o acesso limitado a profissionais da moda e jornalistas, e está a transmitir em ‘streaming’ (transmissão em direto pela Internet) os desfiles previstos até ao próximo sábado, dia 14.

Além das portas fechadas ao público, o Portugal Fashion desenvolveu internamente vários cuidados logísticos e organizativos.

“Tivemos de nos repensar a vários níveis e é uma responsabilidade grande, mas estamos todos envolvidos em fazer da melhor forma aquilo que estamos a fazer, que é trabalhar”, declarou Mónica Neto.

A ‘designer’ Inês Torcato cancelou hoje o desfile previsto para esta noite, e a organização, por seu turno, já tinha anunciado que ia cancelar o desfile de Luís Borges, “por se tratar de um formato que envolveria uma festa”, com “várias pessoas num espaço mais restrito”, bem como o desfile do ‘designer’ italiano Gilberto Calzolari, porque o criador e equipa vinham de Itália, país com transmissão comunitária ativa, na pandemia Covid-19.

O desfile de Júlio Torcato, agendado para sábado, às 21:30, também foi cancelado, assim como os desfiles das marcas de Concreto e Meam.

O Portugal Fashion prossegue na sexta-feira, dia 13, no edifício da Alfândega, com o primeiro desfile agendado para as 16:30 com o ‘designer’ Estelita Mendonça a apresentar a nova coleção outono/inverno 2020/21.

Ao longo dia estão previstos desfiles dos Hugo Costa, Sophia Kah, Diogo Miranda e Luís Onofre.

O Portugal Fashion é um projeto da responsabilidade da Associação Nacional de Jovens Empresários, financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 – Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, com fundos provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.600 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou hoje o número de infetados, que registou o maior aumento num dia (19), ao passar de 59 para 78, dos quais 69 estão internados.

A região Norte continua a ser a que regista o maior número de casos confirmados (44), seguida da Grande Lisboa (23) e das regiões Centro e do Algarve, ambas com cinco casos confirmados da doença.

VEJA AINDA:

PORTO: TESTES ANTIGÉNIO GRÁTIS DENTRO DE DOIS OU TRÊS DIAS — RUI MOREIRA

Lusa

COVID-19: NÚMERO DE CASOS REGISTADO HOJE É O MAIS ALTO DESDE 06 DE FEVEREIRO

Lusa

AÇORES: GOVERNO DECRETA USO OBRIGATÓRIO DE MÁSCARA

Lusa

COVID-19: TESTE EXIGIDO EM EVENTOS DESPORTIVOS AO AR LIVRE ACIMA DE 5000 ESPETADORES

Lusa

COVID-19: VOOS DE E PARA MOÇAMBIQUE CONTINUAM SUSPENSOS ATÉ 09 DE JANEIRO – GOVERNO

Lusa

FC PORTO: RELATÓRIO DE CONTAS 2020/21 APROVADO POR MAIORIA

Lusa

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Canlı Maç Sonuçları Run 3 Play Snake Friv Atari Breakout cookie clicker unblocked games Düğün Paketleri uygunsigara.com/ Umzug Basel
saç ekimi hair transplant
Umzug Basel
seslendirme santral anons santral seslendirme