Ligue-se a nós

REGIÕES

PORTO: PORTUGAL FASHION À PORTA FECHADA – DECISÃO INÉDITA

A 46.ª edição do Portugal Fashion realizou-se hoje no Porto à porta fechada pela primeira vez em 25 anos, por causa da pandemia da Covid-19, e só não foi cancelada, porque a organização assegurou planos de contingência.

Online há

em

A 46.ª edição do Portugal Fashion realizou-se hoje no Porto à porta fechada pela primeira vez em 25 anos, por causa da pandemia da Covid-19, e só não foi cancelada, porque a organização assegurou planos de contingência.

“É a primeira vez em 25 anos de história que fazemos um evento à porta fechada. Não foi uma decisão nada fácil, mas teve de ser. Tivemos de fazer vários planos e ir ponderando em função da evolução da situação em Portugal. Fomos sempre acompanhados também pela Direção Geral de Saúde [DGS], pelo Governo e, portanto, esta decisão foi muito ponderada a vários níveis”, declarou à Lusa Mónica Neto, diretora do Portugal Fashion.

Questionada pela Lusa sobre se foi ponderado cancelar o evento de moda, Mónica Neto assumiu que a hipótese do cancelamento esteve em avaliação e teria acontecido se as autoridades de saúde tivessem aconselhado que era a melhor solução.

“Se as autoridades de saúde nos tivessem dito que era a melhor solução, nós tê-lo-íamos feito. Não tivemos esse aconselhamento e, portanto, conseguimos assegurar aquilo que é também uma missão nossa, que é dar continuidade ao nosso trabalho de promoção [da moda portuguesa] dentro do calendário internacional das semanas de moda”, explicou Mónica Neto.

Adiar o Portugal Fashion ia “comprometer muito a nossa estratégia” e, portanto, o foco foi manter aquilo que é a “nossa capacidade de promoção e de contribuição”, justificou, observando que já há “muitas fábricas que começam a ser tocadas pela emergência de fechar portas” e que não realizar o Portugal Fashion, de 12 a 14 de março, teria muitas consequências para os ‘designers’ portugueses.

Esta 46.ª edição do Portugal Fashion tem o acesso limitado a profissionais da moda e jornalistas, e está a transmitir em ‘streaming’ (transmissão em direto pela Internet) os desfiles previstos até ao próximo sábado, dia 14.

Além das portas fechadas ao público, o Portugal Fashion desenvolveu internamente vários cuidados logísticos e organizativos.

“Tivemos de nos repensar a vários níveis e é uma responsabilidade grande, mas estamos todos envolvidos em fazer da melhor forma aquilo que estamos a fazer, que é trabalhar”, declarou Mónica Neto.

A ‘designer’ Inês Torcato cancelou hoje o desfile previsto para esta noite, e a organização, por seu turno, já tinha anunciado que ia cancelar o desfile de Luís Borges, “por se tratar de um formato que envolveria uma festa”, com “várias pessoas num espaço mais restrito”, bem como o desfile do ‘designer’ italiano Gilberto Calzolari, porque o criador e equipa vinham de Itália, país com transmissão comunitária ativa, na pandemia Covid-19.

O desfile de Júlio Torcato, agendado para sábado, às 21:30, também foi cancelado, assim como os desfiles das marcas de Concreto e Meam.

O Portugal Fashion prossegue na sexta-feira, dia 13, no edifício da Alfândega, com o primeiro desfile agendado para as 16:30 com o ‘designer’ Estelita Mendonça a apresentar a nova coleção outono/inverno 2020/21.

Ao longo dia estão previstos desfiles dos Hugo Costa, Sophia Kah, Diogo Miranda e Luís Onofre.

O Portugal Fashion é um projeto da responsabilidade da Associação Nacional de Jovens Empresários, financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 – Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, com fundos provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.600 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou hoje o número de infetados, que registou o maior aumento num dia (19), ao passar de 59 para 78, dos quais 69 estão internados.

A região Norte continua a ser a que regista o maior número de casos confirmados (44), seguida da Grande Lisboa (23) e das regiões Centro e do Algarve, ambas com cinco casos confirmados da doença.

REGIÕES

PORTO: HOMEM CONDENADO A SEIS ANOS DE PRISÃO POR TENTAR MATAR IRMÃO

Um homem de 76 anos foi condenado esta quinta-feira a seis anos de prisão por tentar matar a tiro o irmão, de 60, no interior de uma tabacaria do Porto em abril de 2023.

Online há

em

Um homem de 76 anos foi condenado esta quinta-feira a seis anos de prisão por tentar matar a tiro o irmão, de 60, no interior de uma tabacaria do Porto em abril de 2023.

O arguido, que está em prisão domiciliária, vai ter ainda de pagar uma indemnização de 25 mil euros ao irmão por danos não patrimoniais.

Durante a leitura do acórdão, que decorreu no Tribunal São João Novo, no Porto, a presidente do coletivo de juízes vincou que a vítima só não morreu por sorte, tendo, contudo, ficado com sequelas.

A magistrada referiu que o arguido demonstrou ter uma “personalidade obstinada”, tendo “feito um teatrinho de princípio ao fim e uma defesa à sua maneira” ao longo de todo o julgamento. Apesar disso, e atendendo à sua idade e ao facto de não ter antecedentes criminais, o tribunal “até foi benevolente“, frisou.

A juíza presidente lembrou que a 8 de abril de 2023, pelas 9h10, o arguido “entrou de rompante” na tabacaria da qual o irmão é proprietário e onde estava a trabalhar e disparou vários tiros na sua direção, atingindo-o na cabeça e pescoço.

A vítima, que estava atrás do balcão, conseguiu sair de lá e tirar-lhe o revolver da mão, mas o arguido tirou uma pistola automática modificada que trazia consigo e só não disparou porque entrou uma pessoa no estabelecimento, continuou. Isto demonstra, segundo a magistrada, a “frieza de ânimo” do arguido e a “vontade de vingança”. “E a tenacidade em alcançar os resultados pretendidos”, sublinhou.

Dizendo que agiu de forma “livre, consciente e deliberadamente”, a juíza que presidiu ao coletivo recordou que o arguido ficou revoltado com a família por motivos relacionados com heranças e aproveitou para se vingar naquele irmão. “A comunidade não entende os inúmeros casos de atentado contra a vida humana”, concluiu.

LER MAIS

REGIÕES

VILA NOVA DE GAIA: PJ INVESTIGA DESACATOS COM DOIS ESFAQUEADOS NO METRO

A investigação aos desacatos ocorridos na quarta-feira à noite na estação de metro General Torres, em Vila Nova de Gaia, que culminaram no esfaqueamento de dois cidadãos, passou para a alçada da Polícia Judiciária, disse hoje fonte policial.

Online há

em

A investigação aos desacatos ocorridos na quarta-feira à noite na estação de metro General Torres, em Vila Nova de Gaia, que culminaram no esfaqueamento de dois cidadãos, passou para a alçada da Polícia Judiciária, disse hoje fonte policial.

Os dois feridos, um dos quais em estado considerado grave, de 28 e 30 anos, respetivamente, foram transportados para a Unidade Local de Saúde de Gaia/Espinho.

Fonte da PSP disse à Lusa que os incidentes envolveram dois grupos, mas não se sabe o que terá motivado as agressões.

De acordo com a mesma fonte, os agressores ainda não foram identificados.

O alerta para o incidente foi dado pelas 21h37 de quarta-feira, junto à estação de metro General Torres, referiu à Lusa fonte do Comando Metropolitano do Porto da PSP.

LER MAIS
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO
A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X VIZELA




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
AROUCA X SPORTING




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X BENFICA




RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% INSPIRATION


WEBRADIO 100% DANCE

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL
NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS