Connect with us

DESPORTO

PORTO SOFREU PARA VENCER LEIXÕES NO PROLONGAMENTO

Um golo de Hernâni, aos 118 minutos, permitiu hoje ao FC Porto apurar-se para as meias-finais da Taça de Portugal em futebol, ao vencer o Leixões por 2-1, após prolongamento.

Data:

em

Golo da vitória dos campeões nacionais surgiu apenas na segunda parte do prolongamento. Equipa de Sérgio Conceição segue para as meias-finais da Taça de Portugal.

O FC Porto venceu esta terça-feira o Leixões em encontro dos quartos de final da Taça de Portugal e conseguiu o apuramento para as meias-finais da competição. O golo da vitória só surgiu aos 118 minutos através de Hernâni.

Sérgio Conceição fez várias alterações no onze inicial para o encontro com a equipa da Segunda Liga. Em relação ao jogo com o Sporting apenas se mantiveram nos titulares Felipe, Alex Telles, Herrera e Corona.

O FC Porto entrou forte no encontro frente a um Leixões bem organizado, mas foi com facilidade que chegou ao 1-0. Óliver fez um passe a sobrevoar a defesa do Leixões, Herrera recebeu de pé direiro já dentro da área e com o esquerdo rematou para o fundo das redes defendidas por Luís Ribeiro.

O reforço de inverno Fernando Andrade esteve perto de aumentar a vantagem dos campeões nacionais aos 17 minutos. O avançado brasileiro aguentou a pressão dentro da área, rodou e atirou de primeira, mas a bola bateu na malha lateral.

O antigo avançado do Santa Clara voltou a estar em evidência aos 37 minutos. Adrián López colocou de calcanhar no brasileiro, mas o jogador atirou torto por cima da baliza leixonense.

O Leixões estava bem organizado, e reagiu bem ao golo sofrido. A reação da equipa de Jorge Casquilha fez-se sentir mais a partir da meia-hora de jogo, com o lance mais digno de registo a aparecer em cima do apito para o intervalo. Jorge Silva colocou de cabeça junto à pequena área, mas Fabiano foi rápido a sair e afastar o perigo.

A formação de Jorge Casquilha conseguiu ter mais bola no início do segundo tempo e chegar com mais frequência perto da área do FC Porto, e Erivalo esteve em bom plano aos 49 minutos, ao tirar dois adversários do caminho e a conseguir espaço para entrar na área. Acabou por definir mal na altura do cruzamento e a bola morreu nos pés de Óliver.

Os leixonenses estavam muito ativos na procura do empate e o golo surgiu aos 78 minutos, através do recém-entrado Zé Paulo. Luís Silva descobre Zé Paulo e este dispara de fora da área com o pé direito e bate Fabiano. O médio do Leixões voltou a estar bem poucos minutos depois quando em posição frontal rematou forte para uma defesa a dois tempos do guarda-redes do FC Porto.

Já em tempo de prolongamento, as duas equipas procuraram o golo que lhes desse a vantagem e os ‘dragões’ foram os primeiros a colocar a bola dentro da baliza. No entanto, o golo foi anulado por fora de jogo de Soares. Livre de Alex Telles, Marega cabeceia para grande defesa de Luís Ribeiro e na recarga Soares marca com o lance a ser invalidado por fora de jogo.

O FC Porto voltou a estar perto de marcar na segunda parte do prolongamento. Hernâni conseguiu escapar à defesa do Leixões e atirou para uma grande defesa de Luís Ribeiro, com a bola a passar a centímetros do poste. E foi mesmo o número sete dos ‘dragões’ a marcar o segundo golo dos campeões nacionais. Adrián ao segundo poste coloca na zona central onde aparece Hernâni a empurrar para o 1-2.

Nas meias-finais, o FC Porto vai defrontar o Sporting de Braga, que hoje eliminou o Desportivo das Aves, que era o detentor do troféu.

RESUMO DO JOGO:

AS MAIS LIDAS