Ligue-se a nós

DESPORTO

PORTUGAL EMPATA COM A SÉRVIA COM GOLO POLÉMICO (VÍDEO)

A seleção portuguesa de futebol empatou hoje 2-2 com Sérvia, depois de chegar ao intervalo a vencer por 2-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A europeu de apuramento para o Mundial de 2022, em Belgrado.

Online há

em

A seleção portuguesa de futebol empatou hoje 2-2 com Sérvia, depois de chegar ao intervalo a vencer por 2-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A europeu de apuramento para o Mundial de 2022, em Belgrado.

Diogo Jota marcou os dois primeiros golos do encontro, aos 11 e 36 minutos, para um total de cinco na seleção ‘AA’, em 11 jogos, mas, na segunda parte, Aleksandar Mitrovic, aos 46, e Filip Kostic, aos 60, restabeleceram a igualdade.

Com este resultado, Sérvia e Portugal, que se tinham estreado na quarta-feira com triunfos, face a República da Irlanda (3-2) e Azerbaijão (1-0), respetivamente, repartem a liderança do agrupamento, com quatro pontos.

[videopack id=”144530″]https://radioregional.pt/wp-content/uploads/2021/03/2021-03-27-golo-portugal-ronaldo.mp4[/videopack]

Fernando Santos celebrou hoje com um empate (2-2) amargo na Sérvia, em jogo de apuramento para o Mundial de 2022, o jogo 1.000 da sua carreira como treinador principal de futebol, iniciada há mais de 33 anos.

No seu jogo 1.000, Portugal chegou ao intervalo a vencer por 2-0, com um ‘bis’ de Diogo Jota (11 e 36 minutos), mas Aleksandar Mitrovic (49) e Filip Kostic (60) empataram e, no final dos descontos, o árbitro não validou um golo a Cristiano Ronaldo em que a bola ultrapassou a linha. Faltaram as tecnologias.

Do ‘episódio’ 1, um empate a um golo na receção ao Barreirense, na 16.ª jornada da Zona Sul da II Divisão, em 10 de janeiro de 1988, ao comando do Estoril, ao milésimo, hoje, em Belgrado, o atual selecionador luso somou 498 vitórias, 253 empates e 249 derrotas, com 1.469 golos marcados e 947 sofridos.

A época de 2020/21, é a 34.ª consecutiva de Fernando Santos como treinador principal, num trajeto em que se ‘distinguem’ oito troféus, dois por Portugal, o Euro2016 e a Liga das Nações de 2019, cinco pelo FC Porto, um campeonato, o ‘penta’, duas Taças de Portugal e duas Supertaças, e ainda um pelo AEK, a Taça da Grécia.

O maior feito a maior da história foi, indiscutivelmente, escrito em 10 de julho de 2016, no Estádio Saint-Denis, nos arredores da ‘Cidade Luz’, a inesquecível vitória sobre a França na final do Euro2016.

O triunfo foi selado por Éder, que foi a terceira ‘cartada’ de Fernando Santos na final e virou ‘herói’, no ‘mítico’ minuto 109, colocando-se na história como o autor do golo mais importante da história de quase um século da formação das ‘quinas’.

Foi o jogo 945 da carreira de Fernando Santos, no que respeita aos seniores, não contando os particulares dos clubes ou os jogos em que comandou “miúdos”, do Império da Picheleira aos juvenis e juniores do Estoril Praia, quando ainda era futebolista.

Em equipas principais, e como treinado principal, o jogo 1 é o com o Barreirense e para a história entraram Sérgio, Vinhas (Carlitos), Martins, Paulinho, José Carlos, Borreicho, Eugénio, Jorge Pereira, Martinho (José Pedro), Pedro e Roberto.

O empate 1-1 não satisfez o técnico nascido em Lisboa, em 10 de outubro de 1954, há 66 anos, porque, nas suas palavras “o Estoril foi a melhor equipa em campo”.

Esse embate, proporcionado pelo ‘adeus’ de António Fidalgo rumo ao Salgueiros, foi também o primeiro de 232 pelo Estoril Praia, com 81 vitórias, 73 empates e 78 derrotas (251-263 em golos), num trajeto marcado pelo segundo lugar na edição inaugural da II Divisão de Honra e a subida à I Liga.

Saiu dos ‘canarinhos’ após a ronda 22 da I Liga 1993/94 e na época seguinte manteve-se na divisão principal, no Estrela da Amadora, no qual cumpriu quatro épocas, com 39 vitórias, 45 empates e 49 derrotas (139-164 em golos), em 133 jogos.

O seu bom trabalho na Reboleira não passou despercebido e, na época seguinte, rumou ao seu primeiro ‘grande’, o FC Porto, com a enorme responsabilidade de suceder a Bobby Robson e António Oliveira e selar um inédito ‘penta’ no futebol luso.

E, para a história, entrou mesmo como o ‘engenheiro do penta’, sendo que, além do campeonato de 1998/99, venceu, em três temporadas, duas edições da Taça de Portugal e duas da Supertaça, para um total de 98 vitórias, 31 empates e 27 derrotas (310-126 em golos), em 156 encontros.

Seguiu-se a internacionalização, a primeira aventura na Grécia, o seu ‘segundo’ país, com uma época no AEK Atenas, para conquistar a Taça da Grécia, na mais importante de 38 vitórias, mais cinco empates e oito derrotas (134-51 em golos), em 51 jogos.

A boa época no AEK abriu-lhe as ‘portas’ do Panathinaikos, mas essa acabou por ser a mais curta experiência da carreira – cumpriu apenas nove encontros, em 2002/03, nos quais somou seis triunfos e três desaires, com 11 golos marcados e três sofridos.

Na temporada seguinte, o segundo ‘grande’, o Sporting e a angústia de perder Cristiano Ronaldo antes do arranque, culpa de uma ‘enorme’ exibição do ‘miúdo’, na inauguração do novo Estádio José Alvalade, face ao Manchester United, que o levou.

Somou, pelos ‘leões’, 26 vitórias, cinco empates e nove derrotas (66-38), mas não arrebatou qualquer troféu e voltou à Grécia, e ao AEK, para novas duas épocas e 86 jogos, traduzidos em 47 vitórias, 23 empates e 16 derrotas (121-70 em golos).

A sua carreira manteve-se uma ‘ponte aérea’ entre Portugal e Grécia e foi tempo de regressar e completar o ciclo dos três ‘grandes’, com o ingresso no Benfica, que comandou a 29 vitórias, 11 empates e nove derrotas (86-41 em golos), em 49 encontros.

Como pelos ‘verde e brancos’, também não conseguiu títulos na Luz, saindo após míseros dois jogos em 2007/08, numa decisão da qual Luís Filipe Vieira já se confessou arrependido.

Apanhou, de imediato, o avião para a Grécia, agora rumo ao PAOK Salónica, que comandou três épocas (2007/10), num total de 114 encontros, nos quais somou 58 vitórias, 24 empates e 32 derrotas, com 132 golos marcados e 92 sofridos.

O trabalho que fez nos clubes valeu-lhe o salto para a seleção da Grécia, com qual chegou aos ‘quartos’ do Europeu de 2012 e aos ‘oitavos’ do Mundial de 2014, para ‘cair’, amargamente, nos penáltis, face à Costa Rica, na despedida, após 26 vitórias, 17 empates e seis derrotas (56-36 em golos), em 49 encontros.

Desde 2014, Fernando Santos é o selecionador luso e na história já está como o primeiro que levou Portugal a um título: já são aliás, dois, pois juntou ao Euro2016 e a primeira edução da Liga das Nações, em 2019: para já, são 81 jogos, nos quais contabiliza 50 vitórias, 19 empates e 12 derrotas, com 163-59 em golos.

“Aquilo que eu gostava de cumprir como objetivo era levar Portugal a ser campeão do mundo, obviamente”, confessou à Lusa, na véspera do jogo 1.000. O contador vai prosseguir.

Publicidade

HELPO, EU CONSIGNO EU CONSIGO, IRS 2024
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

DESPORTO

EURO 2024: PORTUGAL VENCE TURQUIA E SEGUE PARA OS “OITAVOS”

Portugal garantiu hoje o apuramento para os oitavos de final do Campeonato da Europa de futebol de 2024 e assegurou a vitória no Grupo F, ao bater a Turquia por 3-0, no segundo jogo na prova, em Dortmund.

Online há

em

Portugal garantiu hoje o apuramento para os oitavos de final do Campeonato da Europa de futebol de 2024 e assegurou a vitória no Grupo F, ao bater a Turquia por 3-0, no segundo jogo na prova, em Dortmund.

Bernardo Silva, aos 21 minutos, Samet Akaydin, aos 28, na própria baliza, e Bruno Fernandes, aos 56, selaram o triunfo da seleção lusa, que na primeira jornada tinha batido a República Checa por 2-1.

Após duas jornadas, Portugal soma seis pontos e já ganhou o Grupo F, pois tem mais três pontos e vantagem no confronto direto face à Turquia, segunda, enquanto República Checa e Geórgia, que hoje empataram 1-1, partilham o terceiro posto, com um ponto.

LER MAIS

DESPORTO

ÁLVARO PACHECO DEMITIDO DO VASCO DA GAMA

O treinador português Álvaro Pacheco foi demitido hoje do comando técnico do Vasco da Gama, anunciou o atual 17.º classificado do campeonato brasileiro de futebol nas suas redes sociais.

Online há

em

O treinador português Álvaro Pacheco foi demitido hoje do comando técnico do Vasco da Gama, anunciou o atual 17.º classificado do campeonato brasileiro de futebol nas suas redes sociais.

“O Vasco da Gama comunica que Álvaro Pacheco e a sua comissão foram ‘desligados’ do comando técnico da equipa. O clube agradece aos profissionais e deseja sorte na sequência de suas carreiras”, pode ler-se na nota divulgada na rede social X, na qual o clube do Rio de Janeiro dá conta ainda de que Rafael Paiva, técnico dos sub-20 do clube, vai assumir o comando interinamente.

Álvaro Pacheco foi anunciado em 21 de maio último como novo treinador do Vasco da Gama, tendo permanecido no cargo pouco mais de um mês, período no qual averbou três derrotas e um empate para o campeonato, resultados que ditaram a saída do técnico, que tinha rendido o experiente Ramón Díaz.

O treinador, de 52 anos, tinha terminado a ligação ao Vitória de Guimarães a uma jornada do final da I Liga portuguesa, depois de ter assumido o comando da equipa à oitava jornada e de a ter conduzido ao quinto lugar da competição.

Esta foi a segunda experiência do técnico fora de Portugal, a primeira enquanto treinador principal, já que, em 2018, foi adjunto de Filipe Ribeiro nos lituanos do Lietava Jonava.

Além do Vitória de Guimarães, Pacheco orientou também Estoril Praia, no início da época passada, e Fafe, mas foi no Vizela que se notabilizou, entre 2019 e 2022, liderando os vizelenses em três subidas de divisão consecutivas, do Campeonato de Portugal à I Liga.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS