PS QUER AUMENTAR PARA 10 ANOS O PERÍODO DE TRANSIÇÃO DAS RENDAS ‘ANTIGAS’

O PS propôs hoje que os inquilinos com rendas anteriores a 1990 e com contratos atualizados pela nova lei das rendas beneficiem de um período de transição de dez anos, em vez dos atuais oito anos.

Esta é uma das propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2020 hoje entregues pela bancada socialista.

Segundo o Grupo Parlamentar do PS, em causa estão os contratos de arrendamento anteriores a 1990 e que já em 2017, na sequência de uma alteração concretizada pelo anterior Governo socialista, tinham visto estendido o respetivo período de transição, durante o qual os contratos não transitam para o Novo Regime do Arrendamento Urbano (NRAU).

Nessa altura ficou determinado que para os inquilinos com mais de 65 anos ou com deficiência e que tivessem um rendimento anual bruto corrigido (RABC) inferior a cinco remunerações mínimas nacionais anuais (RMNA), o período transitório passasse de cinco para dez anos.

Em conferência de imprensa, a líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes, afirmou que a habitação “é uma das três áreas prioritárias” de intervenção dos socialistas.

Um comentário em: “PS QUER AUMENTAR PARA 10 ANOS O PERÍODO DE TRANSIÇÃO DAS RENDAS ‘ANTIGAS’

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.