RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

SANTARÉM: SUSPEITO DE 100 CRIMES COM ‘MBWAY’ EM PRISÃO PREVENTIVA

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Homem de 36 anos está indiciado por 42 crimes de burla informática e nas comunicações, mais nove de forma qualificada, 51 de falsidade informática, um de branqueamento e um de associação criminosa.

Um homem de 36 anos ficou em prisão preventiva por suspeita de mais de 100 crimes relacionados com fraudes feitas com a aplicação eletrónica de pagamentos MB Way, disse o Ministério Público da comarca de Santarém.

A detenção e o interrogatório judicial ocorreram na semana passada e o homem está indiciado por 42 crimes de burla informática e nas comunicações, nove de burla informática e nas comunicações qualificada, 51 de falsidade informática, um de branqueamento e um de associação criminosa.

Segundo o Ministério Público, o homem é suspeito de liderar um grupo que “gizou um plano para se apropriar de quantias em dinheiro, com recurso ao uso fraudulento da aplicação MB Way“.

“Em síntese, o referido grupo aproveitava-se do desconhecimento das vítimas sobre o modo de funcionamento da aplicação MB Way” para se apropriar de dinheiro das vítimas, lê-se num comunicado com data de 10 de maio publicado pelo Ministério Público da comarca de Santarém.

Depois de detido, o homem foi ouvido no Tribunal de Instrução Criminal de Santarém e foi-lhe decretada prisão preventiva, tal como pediu o Ministério Público, que alegou “perigos de perturbação da ordem e tranquilidade pública, de fuga, de perturbação do decurso do inquérito e de continuação da atividade criminosa”.

VEJA AINDA:

BUSCAS DA PJ EM OPERAÇÃO DE DESVIO DE MILHÕES DE FUNDOS EUROPEUS

Lusa

LISBOA: DOIS FISCAIS DE OBRAS DA CÂMARA MUNICIPAL DETIDOS POR CORRUPÇÃO

Lusa

VILA NOVA DE FOZ CÔA: ARQUEÓLOGOS DESCOBREM NOVAS GRAVURAS COM 12 MIL ANOS

Lusa

PORTO: HOSPITAL DE SÃO JOÃO DUPLICA COLHEITA DE ÓRGÃOS PARA TRANSPLANTE

Lusa

VIANA DO CASTELO: EM CINCO MESES ARDEU TANTO QUANTO TODO O ANO DE 2021

Lusa

PORTO: METRO ALARGA LINHA DO AEROPORTO E REFORÇA FREQUÊNCIAS

Lusa