Ligue-se a nós

DESPORTO

SÉRGIO CONCEIÇÃO ISOLA-SE COMO TREINADOR MAIS TITULADO PELO FC PORTO

No Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, os golos do canadiano Stephen Eustáquio (10 minutos) e do espanhol Iván Marcano (86) sentenciaram a final da 16.ª edição da prova mais jovem do futebol profissional português, que os ‘azuis e brancos’ nunca tinham vencido, após já terem perdido em 2009/10, 2012/13, 2018/19 e 2019/20.

Online há

em

No Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, os golos do canadiano Stephen Eustáquio (10 minutos) e do espanhol Iván Marcano (86) sentenciaram a final da 16.ª edição da prova mais jovem do futebol profissional português, que os ‘azuis e brancos’ nunca tinham vencido, após já terem perdido em 2009/10, 2012/13, 2018/19 e 2019/20.

Os últimos dois desaires tinham acontecido sob orientação de Sérgio Conceição, que, à quinta participação na ‘final four’ da Taça da Liga, completou o seu palmarés individual e do FC Porto – vencedor de 30 edições da I Liga, 18 Taças de Portugal, 23 Supertaças Cândido de Oliveira e quatro do extinto Campeonato de Portugal – nas provas nacionais.

O antigo avançado internacional português, de 48 anos, festejou três campeonatos, uma Taça de Portugal e uma Supertaça Cândido de Oliveira nas duas fases em que alinhou pelos ‘azuis e brancos’ (1996-1998 e 2004), mas tem quebrado recordes como treinador.

Designado em junho de 2017 como sucessor de Nuno Espírito Santo, Sérgio Conceição precisou de cinco épocas e meia para ultrapassar Artur Jorge no trono dos técnicos mais titulados de sempre do FC Porto, num mês em que se isolou igualmente na liderança do somatório de vitórias pelos campeões nacionais, deixando para trás José Maria Pedroto.

Antes de o clube nortenho se tornar o sexto a erguer a Taça da Liga, o conimbricense já tinha contribuído na conquista de três campeonatos (2017/18, 2019/20 e 2021/22), duas Taças de Portugal (2019/20 e 2021/22) e três Supertaças (2018, 2020 e 2022), detendo agora pela primeira vez na carreira os quatro principais cetros nacionais em simultâneo.

Publicidade

O FC Porto iniciou a época a bater o Tondela, recém-despromovido à II Liga, por 3-0, na Supertaça Cândido de Oliveira, com Sérgio Conceição a igualar em Aveiro a fasquia de Artur Jorge, cujas passagens pelos ‘azuis e brancos’ (1984-1987 e 1989-1991) renderam três campeonatos (1984/85, 1985/86 e 1989/90), uma Taça de Portugal (1990/91), três Supertaças (1984, 1986 e 1990) e a primeira Taça dos Campeões Europeus (1986/87).

O pódio de técnicos mais titulados culmina com Jesualdo Ferreira, José Maria Pedroto, José Mourinho e o croata Tomislav Ivić, cada um com seis troféus, seguindo-se o inglês Bobby Robson e o antigo selecionador português Fernando Santos, ambos com cinco.

Já a ultrapassagem a José Maria Pedroto no capítulo das vitórias confirmou-se em 11 de janeiro, quando assinalou o seu 300.º confronto à frente do clube com o 216.º triunfo em todas as competições, na receção ao Arouca, por 4-0, dos ‘oitavos’ da Taça de Portugal.

Sérgio Conceição está a 18 duelos de distância de partilhar igualmente com o malogrado ‘mestre’, que já considerou ser a sua referência, o trono de treinador com mais partidas à frente do FC Porto, quando restam, pelo menos, mais 21 jogos por cumprir em 2022/23.

Esse percurso começou oficialmente em 09 de agosto de 2017, ao estrear-se na edição 2017/18 da I Liga com uma goleada caseira ante o Estoril Praia, por 4-0, com dois golos do maliano Moussa Marega, um do argelino Yacine Brahimi e outro do espanhol Iván Marcano, numa campanha em que os ‘dragões’ negariam um inédito ‘penta’ do Benfica.

Publicidade

As épocas seguintes juntaram duas ‘dobradinhas’ às nove do FC Porto – duas abaixo das ‘águias’ e três acima do Sporting -, sendo que as sucessivas conquistas de campeonato, Taça de Portugal e Supertaça de maio a julho de 2022 deram o sétimo ‘triplete’ ao clube.

Em 2022/23, os nortenhos priorizam uma inaudita revalidação do cetro da I Liga na ‘era’ Sérgio Conceição, que permitiria ao ex-jogador isolar-se como único treinador a vencer quatro campeonatos pelo FC Porto, à frente dos três de Artur Jorge e Jesualdo Ferreira.

O atraso de oito pontos face ao líder Benfica, que tem mais um desafio, reduz a margem de erro do FC Porto à entrada para a segunda volta, uma época depois de ter fixado os recordes de pontos numa edição da prova (91) e de mais rondas seguidas invictas (58).

Sérgio Conceição também comanda outras marcas do clube na Liga dos Campeões, tais como as de mais pontos numa fase de grupos (16 em 18 possíveis, em 2018/19) – a par de António Oliveira (1996/97) -, vitórias (20) e jogos (40), tendo sido eliminado por duas vezes nos ‘quartos’ ante os futuros campeões Liverpool (2018/19) e Chelsea (2020/21).

O antigo treinador de Olhanense, Académica, Sporting de Braga, Vitória de Guimarães e dos franceses do Nantes está vinculado ao FC Porto até 2024 e é o primeiro no ‘reinado’ presidencial de Jorge Nuno Pinto da Costa a cumprir mais de quatro épocas seguidas no banco do clube do seu coração, pelo qual já atuou em 393 jogos como atleta ou técnico.

Publicidade
Publicidade
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

DESPORTO

FÁBIO VERÍSSIMO É O ÁRBITRO DO SPORTING-BENFICA PARA A TAÇA DE PORTUGAL

Fábio Veríssimo vai arbitrar pela terceira vez um dérbi entre Sporting e Benfica, na quinta-feira, para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, informou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Online há

em

Fábio Veríssimo vai arbitrar pela terceira vez um dérbi entre Sporting e Benfica, na quinta-feira, para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, informou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O árbitro, de 41 anos, da associação de Leiria, vai contar no embate entre ‘leões’ e ‘águias’, marcado para as 20:45, com os assistentes Pedro Martins e Hugo Marques, com Fábio Melo no videoárbitro (VAR), coadjuvado por João Bessa Silva, e Hélder Malheiro como quarto árbitro.

Este será o sexto jogo entre ‘grandes’ na carreira de Fábio Veríssimo, e o terceiro que ‘apita’ entre os rivais de Lisboa, os anteriores para o campeonato, nas épocas de 2019/20 e 2021/22, ambos com vitória das ‘águias’.

LER MAIS

DESPORTO

PRIMEIRA LIGA: BRAGA VENCE NO BESSA E APROXIMA-SE DO FC PORTO (VÍDEO)

O Sporting de Braga goleou hoje em casa do Boavista por 4-0, no jogo de encerramento da 23.ª jornada da I Liga de futebol, resultado que deixa os ‘arsenalistas’ mais próximos do FC Porto, terceiro classificado.

Online há

em

O Sporting de Braga goleou hoje em casa do Boavista por 4-0, no jogo de encerramento da 23.ª jornada da I Liga de futebol, resultado que deixa os ‘arsenalistas’ mais próximos do FC Porto, terceiro classificado.

Um ‘bis’ de Simon Banza (42 e 62 minutos), que igualou o sueco do Sporting Viktor Gyökeres na liderança dos melhores marcadores, ambos com 17 golos, e tentos de Abel Ruiz (44) e Zalazar (72) ditaram a goleada dos bracarenses, que somaram o segundo triunfo consecutivo para o campeonato e atenuaram assim a eliminação recente da Liga Europa, frente a um Boavista que somou o segundo desaire seguido e mantém-se ainda em zona incómoda na tabela.

Com esta vitória, o Sporting de Braga reforça o quarto lugar na prova, com 46 pontos, mais cinco do que o quinto, o Vitória de Guimarães, e a apenas três do terceiro, o FC Porto, enquanto os ‘axadrezados’ estão no 12.º posto, com 24 pontos, apenas mais dois do que o Portimonense, 16.º classificado, lugar de disputa do play-off de manutenção.

Fonte: Vídeo Sport TV

LER MAIS

MAIS LIDAS