A procura do destino Serra da Estrela para o Natal e para a passagem de ano volta este ano a verificar-se de forma expressiva, perspetivando-se grandes taxas de ocupação nas unidades hoteleiras da região.

“A Serra da Estrela é o destino que melhor combina com o imaginário associado a esta época e naturalmente que nós temos programas que pretendem atrair muitos visitantes e simultaneamente contribuir para que estes possam tirar o melhor partido da estadia e do cenário”, referiu à agência Lusa Bruno Fernandes, diretor-geral das unidades Luna na Serra da Estrela.

Da oferta do grupo Luna constam o Hotel da Serra da Estrela, os Chalés de Montanha e o Hotel dos Carqueijais, que em conjunto têm capacidade para cerca de 500 pessoas: um número que certamente será atingido, pelo menos, na última noite de 2016.

“Nos últimos anos, chegou-se sempre à lotação máxima e este ano a expectativa é de que tal se repita, até porque, a três semanas do fim do ano, as reservas já estão acima dos 75%”, referiu Bruno Fernandes, especificando que o preço do programa de duas noites para duas pessoas no Hotel dos Carqueijais custa 710 euros, valor que sobe para os 820 euros no Hotel Serra da Estrela.

Passar o Natal fora de casa é uma opção cada vez mais comum e estas unidades Luna da Serra da Estrela apresentam igualmente uma oferta específica a 290 euros para duas pessoas que inclui alojamento, jantar de Consoada e ceia, havendo ainda a possibilidade de lhe juntar o almoço de Natal no dia 25.

Segundo Bruno Fernandes, a procura tem sido considerável e a taxa de ocupação está nos 60%, mas deverá aumentar nos próximos dias.

Sem qualquer vaga disponível está já o H2otel, em Unhais da Serra, Covilhã, que tem 90 quartos e cuja oferta para o fim de ano se baseava num programa especial de três noites com o preço de 685 euros por pessoa.

“Esgotámos a passagem de ano há cerca de um mês e para o Natal também já preenchemos totalmente, o que não nos surpreende porque estamos a falar de uma oferta diferenciadora e de qualidade que fidelizou o público desde o primeiro momento”, referiu Luís Veiga, administrador do grupo Natura IMB, no qual este hotel está inserido.

Este grupo espera ainda casa cheia nos dois hotéis que tem na Covilhã, designadamente no Covilhã Parque e no ‘Puralã-Wool Valley’, que resulta de uma requalificação do antigo Hotel Turismo da Covilhã que estará concluída antes do Natal.

Juntam-se-lhe ainda a oferta de dois hotéis na Guarda (Vanguarda e Lusitânia) para os quais o grupo Natura IMB também perspetiva uma taxa de ocupação de 100% na passagem de ano, mas que deve ser um pouco mais reduzida no Natal.

Em Seia, outra das principais portas de entrada da Serra da Estrela, o Hotel Eurosol tem para os últimos dias do ano pacotes para duas noites (385 euros/2 pessoas), três noites (469/duas pessoas) e quatro noites (546 euros/2 pessoas), sendo que as reservas já estão nos 90%, conforme referiu o diretor daquela unidade, Miguel Camelo.

Já no que concerne ao Natal, a procura não é tão acentuada, mas tem vindo a aumentar, pelo que Miguel Camelo acredita que a taxa de ocupação possa chegar aos 50%.

Além destas, há ainda outras unidades e alojamentos da região que ajudam igualmente a encher a Serra da Estrela de visitantes, contribuindo para confirmar a montanha mais alta de Portugal continental como um dos destinos mais procurados nestas épocas festivas.

SERRA DA ESTRELA "ESGOTADA" PARA NATAL E PASSAGEM DE ANO

SERRA DA ESTRELA “ESGOTADA” PARA NATAL E PASSAGEM DE ANO

LUSA