RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

SETÚBAL: LIGAÇÕES PARA TROIA DA ATLANTIC FERRIES SUSPENSAS QUINTA-FEIRA À TARDE

nbsp| RÁDIO REGIONAL

As ligações fluviais entre Setúbal e Troia vão estar suspensas na quinta-feira, entre as 13h55 e as 16h55, devido a um plenário para apreciar a contraposta da Atlantic Ferries ao caderno reivindicativo dos trabalhadores, revelou fonte sindical esta terça-feira.

Segundo Carlos Costa, do Sindicato dos Transportes Fluviais, Costeiros e Marinha Mercante, os trabalhadores da Atlantic Ferries, empresa que assegura as ligações fluviais entre as duas margens do Sado, exigem a revisão do Acordo de Empresa (AE), incluindo uma atualização salarial de 5% para 2022.

A proposta inicial da Atlantic Ferries apontava para um aumento de apenas 2,5%, mas a empresa, entretanto, avançou com uma nova proposta que será apreciada pelos trabalhadores no plenário agendado para quinta-feira.

Questionado sobre o pré-aviso de greves parciais, de duas horas por turno (10h30/12h30, 17h00/19h00 e 22h30/00h30), na Atlantic Ferries para os dias 11 e 12 de junho, Carlos Costa adiantou que as “paralisações só terão lugar se, entretanto, não houver acordo entre as partes”.

“Tem havido diálogo com a administração da empresa, as coisas não estão a correr mal, mas temos de esperar pelas decisões dos trabalhadores no plenário da próxima quinta-feira”, disse Carlos Costa, adiantando que logo a seguir ao plenário haverá uma reunião com a administração da Atlantic Ferries.

A Atlantic Ferries tem atualmente 57 trabalhadores que asseguram as ligações fluviais dos ferries e dos “catamarans” entre Setúbal e Troia.

VEJA AINDA:

VISEU: JUDICIÁRIA DETEVE UM HOMEM SUSPEITO DE SEQUESTRAR UMA MULHER

Lusa

VALE DE CAMBRA: 40 ALDEIAS SEM MÉDICO DE FAMÍLIA HÁ UM MÊS

Lusa

GUARDA: AUTARQUIA ALERTA AGRICULTURES PARA ‘TEMPOS DIFÍCEIS’ DEVIDO À SECA

Lusa

PORTO: HOSPITAL DE SÃO JOÃO VACINA GRATUITAMENTE MULHERES COM RISCO DE CANCRO

Lusa

VIANA DO CASTELO: COMBOIO PASSA POR CIMA DE SEM-ABRIGO QUE ‘ESCAPA’ ILESA

Lusa

PORTO: JOVEM DE 18 ANOS ESFAQUEOU UM HOMEM POR CAUSA DO ‘BARULHO’

Lusa