RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

SINTRA: PRISÃO PREVENTIVA PARA DOIS SEXAGENÁRIOS POR ABUSO SEXUAL DE MENORES

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Dois homens, um de 61 e outro de 62 anos, encontram-se em prisão preventiva, depois de detidos pela Polícia Judiciária (PJ) em Sintra e Almeirim, respetivamente, por fortes indícios de vários crimes de abuso sexual a menores.

Em comunicado hoje divulgado, a PJ avançou ter detido um homem de 61 anos, por existirem fortes indícios da prática de “mais de setecentos crimes de abuso sexual de crianças, na sua forma agravada”, praticados no concelho de Sintra.

Segundo a investigação policial, a PJ apurou que o agora detido abusou, reiteradamente, de duas meninas, suas sobrinhas, entre os anos de 2007 a 2012 e 2015 a 2021, as quais, à data do início dos factos, tinham 7 e 8 anos, respetivamente.

“O abusador sexual praticava os abusos na sua própria habitação, local frequentado pelas vítimas, aproveitando-se da dependência, da confiança e da proximidade que tinha com as mesmas, resultante dos laços familiares existentes”, pode ler-se no comunicado.

A PJ revelou também uma outra detenção de um homem, de 62 anos, já investigado em três inquéritos nos últimos cinco anos pelo mesmo teor de crime, já tinha sido condenado, por duas vezes, pela prática de crimes de abuso sexual de crianças e por pornografia de menores.

De acordo com a PJ, o agora detido, “mantém uma situação financeira confortável”, e dessa forma, estabelece contacto com crianças oriundas de “famílias desestruturadas e com dificuldades económicas”, conseguindo fomentar a sua “dependência e a criação de um ascendente sobre aquelas”.

Tendo em conta os antecedentes criminais, sustenta a PJ, que o abusador sexual de uma menor de 12 anos, atuou “com extrema cautela e ações dissimuladas”, tentando que a vizinhança e, principalmente, as autoridades não se apercebessem da situação.

A PJ refere ainda ter levado a cabo diversas diligências de investigação, nomeadamente através da realização de buscas domiciliarias e apreensões, que permitiram a recolha de “vasto suporte probatório”, assim como, “diversa prova testemunhal” que culminaram com a detenção do homem no concelho de Almeirim, distrito de Santarém.

VEJA AINDA:

LEIRIA: QUASE 78 MIL UTENTES SEM MÉDICO DE FAMÍLIA NO DISTRITO

Lusa

PAMPILHOSA DA SERRA: AUTARQUIA CONTRA A PROSPEÇÃO DE MINERAIS EM MINA A CÉU ABERTO

Lusa

PORTO: UM GUARDA PRISIONAL E DOIS RECLUSOS ACUSADOS DE TRÁFICO DE DROGA

Lusa

LAMEGO: ESPERA-SE UM ‘MAR DE GENTE’ NAS FESTAS DA SENHORA DOS REMÉDIOS

Lusa

TRÁS-OS-MONTES: CIM DESAFIA GOVERNO A DESCENTRALIZAR GESTÃO DA ÁGUA

Lusa

COIMBRA: AUTARQUIAS PONDERAM CONCERTAÇÃO PARA DEFENDER INTERESSES REGIONAIS

Lusa