UTAD DISTINGUE PRODUTOS QUE APOSTAM NA INOVAÇÃO ALIMENTAR

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), em Vila Real, anunciou hoje ter premiado o novo produto cuscos de farinhas de leguminosas e castanha, no âmbito do concurso FoodValorization que quer impulsionar a inovação alimentar.

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), em Vila Real, anunciou hoje ter premiado o novo produto cuscos de farinhas de leguminosas e castanha, no âmbito do concurso FoodValorization que quer impulsionar a inovação alimentar.

O FoodValorization (Valorização de Alimentos) está incluído no projeto NewFood, que junta a UTAD e as universidades Católica Portuguesa do Porto e do Minho (Braga), conta com um financiamento de cerca de 900 mil euros e deverá estar concluído até setembro.

A academia transmontana explicou, em comunicado, que o concurso teve como objetivo “incentivar a inovação alimentar e apoiar a criação de novos produtos, com enfoque nos recursos endógenos”.

O primeiro lugar do FoodValorization foi para os “cuscos de farinhas alternativas”, que propõe a utilização de farinha de leguminosas e castanha para a confeção de cuscos.

Trata-se de um produto desenvolvido por investigadores da UTAD e que ganhou um prémio de quatro mil euros.

Em segundo lugar ficou o “honeyfiber”, um mel em pó com adição de fibras naturais que venceu um prémio de dois mil euros.

O “queijo terrincho DOP — Olive +” é um queijo “funcional” que contribui para a diminuição do colesterol, sem desvirtuar a certificação Denominação de Origem Protegida (DOP), que arrecadou o terceiro lugar e ganhou mil euros.

Em quarto lugar, com direito a 500 euros, ficou o produto ‘snacks’ de frutos liofilizados (fruit dehydrated snacks). A liofilização envolve dois métodos: congelamento e secagem, não utiliza conservantes ou produtos químicos e mantém os nutrientes dos alimentos.

O concurso arrancou em 2018 com 25 candidatos, tendo sido selecionadas na primeira etapa 16 propostas, que beneficiaram de um apoio financeiro de dois mil euros para desenvolvimento de produto e assessoria na elaboração do modelo de negócios.

Os vencedores foram escolhidos por um júri composto por elementos da UTAD, da PortugalFoods, da Escola de Hotelaria e Turismo do Douro (Lamego), da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, da Fundação da Casa de Mateus, da Confraria dos Enófilos e Gastrónomos de Trás-os-Montes e Alto Douro.

O projeto NewFood aposta na evolução e adaptação dos produtos tradicionais da região Norte e no desenvolvimento de produtos inovadores.

LUSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.