RÁDIO REGIONAL
DESPORTO

VERÍSSIMO ASSUME QUE ÉPOCA DO BENFICA NÃO FOI BEM-SUCEDIDA

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O treinador do Benfica assumiu hoje que a época da equipa de futebol não foi bem-sucedida, por não ter conquistado quaisquer títulos, mas preferiu olhar para o “copo meio cheio” no balanço da sua passagem pelas funções.

“Não posso dizer que foi uma missão bem-sucedida, na medida em que não conquistámos qualquer título, portanto é uma época má. Mas também devemos olhar para o copo meio cheio e perceber que esta equipa também fez coisas interessantes”, resumiu Nelson Veríssimo, em conferência de imprensa que decorreu no Seixal.

Sem se deter, o treinador que sucedeu a Jorge Jesus, no final de dezembro, enumerou os aspetos positivos, começando pelo “percurso na Liga dos Campeões”, e que a equipa, “com mérito, foi passando as eliminatórias”, acabando por eliminar o Ajax e cair frente ao Liverpool, equipas que, a par do Bayern Munique, “tinham sido as únicas a passar [a fase de grupos] sem qualquer ponto perdido”.

Nas competições nacionais, os principais objetivos não foram conseguidos, mas o Benfica deu “uma boa resposta” em momentos em que “a ideia geral era que o resultado estava feito mesmo antes de a equipa ir a jogo”.

“A nível interno, obviamente, o objetivo passaria sempre por chegar em primeiro lugar ao final da Liga e não conseguimos. Não o conseguindo, seria alcançar o apuramento direto para a Liga dos Campeões, o que também não conseguimos. Fica esse jogo de Alvalade, em que, mais uma vez, a equipa deu uma boa resposta, tal como com o FC Porto, em casa, apesar de termos perdido”, analisou Veríssimo.

Por outro lado, o técnico destacou, também, “jogadores que acabaram por crescer ainda mais”, tais como “Darwin [Núñez], Everton e Julian [Weigl]”, e a “aposta na continuidade de Paulo Bernardo e Gonçalo Ramos”, bem como outros jovens oriundos da formação do clube.

“Olhando para o futuro do Benfica, abrimos portas à possibilidade de olhar para outros jovens como o Henrique Araújo, que se estreou, o Sandro [Cruz], o Tomás Araújo. Portanto, reconhecendo que não se conquistou qualquer título, podemos olhar para a temporada e encontrar uma série de situações positivais”, concluiu.

Ainda relativamente aos jogadores formados no clube, o técnico adiantou que vai levar para o desfio frente ao Paços de Ferreira, na sexta-feira, “jovens que ainda não tinham integrado a convocatória da equipa A”, tais como “Martim [Neto] e Diego [Moreira]”, além de promover os regressos de “Sandro [Cruz] e [Tiago] Gouveia”.

“É uma questão de oportunidade. Hoje, foram escolhidos estes, provavelmente amanhã [sexta-feira] alguns poderão jogar de início ou entrar com o jogo a decorrer. Todos eles têm qualidade, mas têm de continuar a lutar para merecer as oportunidades que os treinadores vão acabar por lhes dar”, vincou o técnico dos ‘encarnados’.

A visita a Paços de Ferreira, em encontro da 34.ª e última jornada da Liga, com início marcado para as 20:15 e arbitragem de Hugo Silva (AF Santarém), marca o último encontro de Nelson Veríssimo como treinador do Benfica, mas o técnico mostrou-se convicto de que voltará ao clube.

“É a segunda vez que passo por esta cadeira de sonho e tenho a plena convicção de que no futuro esta porta se irá abrir noutro contexto e noutras circunstâncias que permitam desenvolver outro tipo de trabalho”, afiançou o treinador.

VEJA AINDA:

FC PORTO VENCE TAÇA DE PORTUGAL E CONSEGUE NONA DOBRADINHA

Lusa

DIRETO: FC PORTO X CD TONDELA (17:15)

Rádio Regional

PLAYOFF: DESPORTIVO DE CHAVES VENCE O MOREIRENSE E ESTÁ COM UM PÉ NA PRIMEIRA LIGA

Lusa

RICARDO QUARESMA ANUNCIA SAÍDA DO VITÓRIA DE GUIMARÃES

Lusa

FPF: CONSELHO DE DISCIPLINA INSTAURA PROCESSO DE INQUÉRITO AO RIO AVE

Vítor Fernandes

DESPORTIVO DE CHAVES E MOREIRENSE DISPUTAM PLAYOFF EM 21 E 29 DE MAIO.

Lusa