REGIÕES

VILA REAL: JUDICIÁRIA DETEVE SUSPEITO DE ATEAR TRÊS INCÊNDIOS FLORESTAIS

A Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real deteve um homem de 30 anos suspeito de ter ateado três incêndios em áreas florestais de Mondim de Basto, anunciou esta terça-feira aquela força policial.

A PJ, através do Departamento de Investigação Criminal de Vila Real e com a colaboração da Posto de Mondim de Basto da GNR, deteve um homem “fortemente indiciado” pela prática do crime de incêndio florestal. Segundo referiu a Judiciária, em comunicado o detido, operário numa serração, é suspeito de ter ateado três incêndios em áreas florestais, em Montenadouro, no concelho de Mondim de Basto.

Os fogos, ocorridos nas madrugadas de quinta, sexta e segunda-feira “consumiram área de mancha florestal, constituída, maioritariamente, por pinheiro bravo e eucalipto”.

De acordo com a PJ, os incêndios “colocaram em perigo uma vasta mancha florestal e agrícola, bem como de várias habitações, de valor consideravelmente elevado, que apenas não foram consumidas devido à rápida intervenção dos bombeiros”.

O detido vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.

VEJA AINDA:

LISBOA: CANDIDATURAS AO SEGUNDO CONCURSO DA RENDA ACESSÍVEL ARRANCAM HOJE

Lusa

MORA: AUMENTOU PARA 26 OS CASOS POSITIVOS DE COVID-19

Lusa

SINES: PJ APREENDE NO PORTO DE SINES 400 KG DE COCAÍNA PROVENIENTE DO BRASIL

Lusa

LISBOA: POLÍCIA ‘RESGATA’ 28 CÃES DE BARRACÕES NA PENHA DE FRANÇA

Lusa

RESENDE: GNR IDENTIFICA PRESUMÍVEL INCENDIÁRIA EM SÃO MARTINHO DE MOUROS (VISEU)

Lusa

SINDICATO VAI PROCESSAR RYANAIR POR ASSÉDIO LABORAL E DISCRIMINAÇÃO

Lusa