DESPORTO

VITÓRIA DE SETUBAL: JUSTIÇA REJEITA PROVIDÊNCIA CAUTELAR – TAD

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) rejeitou hoje a providência cautelar apresentada pelo Vitória de Setúbal pelo não licenciamento na I Liga de futebol, pelo que o Portimonense vai integrar a próxima edição da prova.

O Vitória de Setúbal, que terminou a edição de 2019/20 da I Liga no 16.º lugar, acima da zona de despromoção, foi impedido de se inscrever nas competições profissionais, depois de a Comissão de Auditoria da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) ter reprovado os processos de licenciamento, tendo recorrido da decisão para o Conselho de Justiça da Federação, que se declarou incompetente para apreciar o recurso e remeteu o processo para o TAD, que anunciou hoje ter rejeitado esse recurso.

Numa decisão a que a Lusa teve acesso, o TAD deliberou “julgar o presente pedido cautelar improcedente por não provado”.

Em causa estavam pressupostos financeiros incumpridos: o clube não conseguiu apresentar prova de “inexistência de dívidas a sociedades desportivas”, a “inexistência de dívidas a jogadores, treinadores e funcionários”, assim como “a regularidade da situação contributiva perante a Autoridade Tributária”, segundo a LPFP.

Com esta decisão, o Portimonense, que tinha descido na temporada passada e que cumpria com os pressupostos financeiros exigidos, foi convidado a participar na próxima edição da I Liga, cujo sorteio está agendado para sexta-feira.

VEJA AINDA:

DANILO APOSTA NA ORGANIZAÇÃO FRENTE À SEMPRE DIFÍCIL SELECÇÃO FRANCESA

Lusa

FERNANDO SANTOS IGUALOU SCOLARI COM 74 JOGOS AO ‘LEME’ DA SELEÇÃO NACIONAL

Lusa

PORTUGAL E ESPANHA EMPATAM A ZERO EM ENCONTRO AMIGÁVEL

Lusa

PORTUGAL E ESPANHA UNEM-SE PARA ORGANIZAR O MUNDIAL 2030

Lusa

FC PORTO VENDE DUAS FIGURAS DE PROA, BENFICA CEDE PROMESSA E SPORTING PERDE MÉDIO TITULAR

Lusa

DESPORTIVO DE CHAVES E VIZELA EMPATAM COM PENALTI NO ÚLTIMO MINUTO

Lusa