REGIÕES

ABRANTES: INCÊNDIO TORNOU-SE PREOCUOPANTE

A Autoridade Nacional da Protecção Civil (ANPC) estava, ao início da tarde desta quinta-feira, preocupada com quatro incêndios dos 59 que deflagraram. Num deles, em Abrantes, um bombeiro ficou ferido.

“Estão em curso sete e chamo a atenção para quatro ocorrências. São elas a de Unhais da Serra, na Covilhã, distrito de Castelo Branco; Paredes, em Vila Real; a de Abrantes, em Santarém; e a de Boticas”, disse Patrícia Gaspar, responsável da ANPC, durante o briefing de hoje.

De acordo com a página da Autoridade Nacional da Protecção Civil (ANPC), o incêndio, que deflagrou às 18h14 de quarta-feira em Aldeia do Mato, União de Freguesias de Aldeia do Mato e Souto, no concelho de Abrantes, mobiliza um total de 524 operacionais, apoiados por 160 viaturas e 10 meios aéreos.

O incêndio em Abrantes é o que mais preocupa as autoridades. As chamas, que tiveram origem na Aldeia do Mato, foram “tocando alguma aldeias” e colocando algumas habitações em risco. “Há indicação de um anexo de uma casa diretamente afetado pelas chamas”, revelou a responsável. De acordo com a SIC Notícias, este incêndio já feriu um bombeiro.

Patrícia Gaspar revelou ainda que na passada quarta-feira foram registados 203 incêndios florestais – o dia em que foram registados mais incêndios desde o início do ano.

Em face do aumento das temperaturas previsto para os próximos dias, a mesma reponsável disse que a Proteção Civil já está a precaver, existindo um “pré-posicionamento de meios quer no Norte, quer no Centro do país para garantir maior rapidez de resposta em incêndios florestais que se possam verificar”.

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes