‘ARTEFACTOS INCENDIÁRIOS’ NA CAUSA DOS FOGOS EM VILA DE REI E MAÇÃO

As autoridades encontraram artefactos explosivos em várias zonas do concelho de Vila de Rei, em Castelo Branco, que está a ser atingido desde sábado por vários incêndios. Tudo aponta para que tenha havido a intenção de causar “danos significativos”, tendo a PJ a convicção de que os locais escolhidos para as ignições tiveram em conta a meteorologia, especificamente, dados sobre calor e vento.

Os incêndios que lavram desde a tarde de sábado no distrito de Castelo Branco e que se propagaram a Mação causaram 20 feridos, um deles com gravidade.

Em declarações este domingo aos jornalistas, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, deu conta de oito bombeiros e de 12 civis feridos na sequência dos incêndios.

Elementos da diretoria do Centro da PJ estão no terreno e continuam a investigação à ocorrência.

O incêndio no concelho da Sertã, que ao início da noite de hoje foi dado como dominado, dura há mais de 24 horas e mobiliza quase 300 operacionais e dois meios aéreos.

Também no distrito de Castelo Branco, começou à mesma hora de sábado um incêndio na localidade de Fundada, Vila de Rei, que se estendeu depois ao concelho de Mação, permanecendo ativo há quase 29 horas e que está a ser combatido por 855 operacionais, apoiados por 262 viaturas e 15 meios aéreos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.