RÁDIO REGIONAL | PORTUGAL
seslendirme santral anons santral seslendirme

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Shell Shockers Unblocked Atari Breakout Play Snake Friv Canlı Maç Sonuçları iqoskits.com Düğün Paketleri
REGIÕES

PORTO: ASSOCIAÇÃO COMERCIAL QUER NOVA COMPANHIA AÉREA PARA ‘TOMAR O LUGAR’ DA TAP

nbsp| RÁDIO REGIONAL | PORTUGAL

O presidente da Associação Comercial do Porto defende uma nova companhia aérea para “tomar o lugar” da TAP nas ligações transatlânticas e considera o apoio do Estado à mesma “irracional e contrário aos interesses económicos”.

Numa carta dirigida à Direção-Geral da Concorrência, Nuno Botelho sugeriu a criação de uma nova companhia aérea para os voos intercontinentais a partir de Lisboa e o apoio à captação de rotas para ligações nacionais e europeias, referiu, em comunicado.

Botelho alertou a Comissão Europeia, na missiva de 13 páginas, para o facto de os apoios estatais à TAP não protegerem o turismo português, não respeitarem as ligações no território nacional e serem incompatíveis com o funcionamento do mercado.

Entre as várias observações, o presidente da Associação Comercial salientou o serviço “quase residual” da TAP aos aeroportos do Porto (12% do total de passageiros) e de Faro (cerca de 5% do total de passageiros), ao contrário da concentração que se verifica em Lisboa, onde a TAP é responsável por 50% do total de passageiros, sublinhou.

Além disso, Nuno Botelho entendeu que a TAP não pode pretender ser “muito relevante” para a indústria turística portuguesa e, ao mesmo tempo, estar a abrir rotas para aeroportos que são destinos turísticos estrangeiros (Punta Cana, Agadir, Ibiza e Fuerteventura).

“O auxílio do Estado português à TAP é irracional, contrário aos interesses económicos e ao equilíbrio territorial nacionais, para além de ser claramente desproporcionado”, afirmou.

Acrescentando que a “TAP, SGPS apresenta capitais próprios e resultados líquidos continuadamente negativos (mais de 2 mil milhões de prejuízos nos últimos 11 anos)”.

Por outro lado, Nuno Botelho ressalvou que, numa análise comparativa efetuada pela Associação Comercial, verifica-se uma “enorme incongruência” entre a detenção pelo Estado da totalidade do capital da empresa e a tendência mundial no setor, com os estados a venderem as suas participações em companhias aéreas (como fez o Estado Alemão com a Lufthansa).

Entre as 20 maiores transportadoras mundiais, o dirigente vincou que apenas a Emirates (detida pelo governo do Dubai), a Air China (participada pelo Estado chinês) e a Singapore Airlines (do fundo soberano de Singapura) apresentam capital público relevante na sua composição acionista.

Por esse motivo, Nuno Botelho defendeu que a conectividade aérea e a proteção das atividades económicas se alcançam através da afetação dos ativos da TAP em matéria de `slots´ e como plataforma de voos transatlânticos a uma nova companhia aérea, limpa de passivo e livre de interesses noutras empresas (como as participações no Brasil).

“Este foi, aliás, o caminho seguido por outras companhias aéreas europeias que se encontravam, como a TAP, em situação continuada e estruturalmente deficitária, como a Swissair, a Sabena ou a Alitalia (cujo processo de falência e passagem de ativos para a nova companhia ITA está em curso)”, concluiu.

Na segunda-feira, o presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal apelou à TAP para revelar “rapidamente” se o plano de reestruturação em curso prevê a reposição das rotas com os mercados brasileiro e americano.

VEJA AINDA:

MATOSINHOS: MULHER DETIDA POR SUSPEITA DE MATAR O COMPANHEIRO

Lusa

LISBOA: SOCIAL-DEMOCRATA CARLOS MOEDAS CONQUISTOU A CAPITAL AO PS

Lusa

PORTO: RUI MOREIRA DIZ QUE GOVERNAÇÃO DA CIDADE INVICTA ESTÁ ASSEGURADA

Lusa

AUTÁRQUICAS: COSTA ASSUME FRUSTRAÇÃO COM ‘DERROTA INESPERADA’ EM LISBOA

Lusa

LISBOA: MOEDAS DIZ TER VENCIDO ‘CONTRA TUDO E CONTRA TODOS’ PORQUE ‘A DEMOCRACIA NÃO TEM DONO’

Lusa

AUTÁRQUICAS: COSTA DIZ QUE ‘PAÍS NÃO É SÓ LISBOA’ E RECUSA QUALQUER CARTÃO AMARELO AO GOVERNO

Lusa