RÁDIO REGIONAL
NACIONAL

AUTÁRQUICAS: ABSTENÇÃO FOI A SEGUNDA MAIS ELEVADA EM ELEIÇÕES LOCAIS

nbsp| RÁDIO REGIONAL

A taxa abstenção nas eleições de domingo foi a segunda mais elevada em autárquicas, com 46,35% dos eleitores a não se deslocarem às urnas, um valor apenas ultrapassado em 2013, quando se atingiu o recorde de 47,40%.

Com a contagem terminada, a secretaria-geral do Ministério da Administração Interna indica que 5.000.312 eleitores se deslocaram às urnas nas eleições deste domingo, num universo de 9.319.551 inscritos, situando a taxa de abstenção nos 46,35%, a segunda mais elevada desde as primeiras autárquicas, em 1976.

Nas últimas autárquicas, realizadas em 01 de outubro de 2017, a abstenção tinha sido de 45,03%.

O recorde foi atingido nas autárquicas de 2013, nas quais se registou uma abstenção de 47,40%, e o valor mais baixo registou-se na segunda vez em que foram organizadas estas eleições, em 1979, quando a taxa de abstenção ficou pelos 26,2%.

VEJA AINDA:

PARLAMENTO DISCUTE ALARGAMENTO DO PRAZO DE PRESCRIÇÃO DOS CRIMES SEXUAIS CONTRA CRIANÇAS

Lusa

CONSENSO NO PARLAMENTO PARA ALARGAR PRAZOS PARA REGULARIZAR BAIRROS ILEGAIS E REVER LEI

Lusa

BENFICA: RUI COSTA ELEITO O 34.º PRESIDENTE COM 84,48% DOS VOTOS

Lusa

GUIMARÃES: REPETIÇÃO DAS ELEIÇÕES NA FREGUESIA DE SANDE VILA NOVA E SÃO CLEMENTE

Lusa

AUTÁRQUICAS: PELO MENOS MEIA DÚZIA DE PRESIDENTES REELEITOS ESTÃO A BRAÇOS COM A JUSTIÇA

Lusa

AUTÁRQUICAS: MULHERES GANHAM 9% DAS CÂMARAS, MENOS DO QUE EM 2017

Lusa