Ligue-se a nós

DESPORTO

BENFICA APRESENTA RESULTADO LÍQUIDO DE 104,2 ME NO PRIMEIRO SEMESTRE 2019/2020

O Benfica apresentou um resultado líquido de 104,2 milhões de euros (ME), revelou a SAD ‘encarnada’ no Relatório e Contas enviado hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Online há

em

O Benfica apresentou um resultado líquido de 104,2 milhões de euros (ME), revelou a SAD ‘encarnada’ no Relatório e Contas enviado hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

De acordo com aquele relatório, a SAD benfiquista revela que o exercício relativo ao primeiro semestre de 2019/2020 (entre 01 de julho de 2019 e 31 de dezembro de 2019) apresenta um resultado líquido de 104,2 ME, “uma melhoria em relação aos 14,1 ME registados na temporada anterior”, no que foi descrito como “o melhor desempenho de sempre” da SAD ‘encarnada’.

No documento, é revelado que em termos operacionais registaram-se 116,7 ME, valor que ultrapassa igualmente os 19,6 ME da época anterior.

Também o ativo mereceu destaque por parte da SAD da Luz, que realçou o facto de este ter ultrapassado pela primeira vez os 600 ME, situando-se nos 608,7 ME, um aumento justificado com o registo do direito de uso do estádio nos ativos tangíveis e pelo investimento realizado na equipa principal de futebol.

No Relatório e Contas consta ainda o aumento do passivo, atualmente cifrado em 383,3ME, que cresceu 20,7 ME em relação ao exercício anterior, enquanto a dívida líquida passou para os 45,8 ME, “o valor mais reduzido dos últimos anos”, segundo os ‘encarnados’.

“Estes resultados representam o melhor desempenho de sempre da Sociedade, os quais estão significativamente influenciados pela alienação dos direitos do jogador João Félix por um montante de 126 ME, a qual, após dedução dos encargos com a antecipação dos valores recebidos relativos a prestações futuras, dos gastos com serviços de intermediação e do valor líquido contabilístico do direito do atleta à data da alienação, gerou uma mais-valia de 108,2 ME”, pode ler-se no relatório.

No entanto, aquela SAD encara a alienação dos direitos de João Félix “como um facto extraordinário, que não deve ser acompanhado por um significativo incremento dos gastos operacionais ou pela criação de compromissos futuros que não são sustentáveis para a realidade económica em Portugal”, e acrescenta: “Este facto extraordinário deverá ser principalmente utilizado para resolver questões estruturantes, como são os casos dos investimentos na aquisição de atletas, a melhoria de infraestruturas desportivas e a redução da dívida financeira contratualizada.”

A SAD benfiquista revela ainda que a transferência do jovem jogador permitiu superar os 137 ME em rendimentos da SAD com transações de direitos de atletas, enquanto o resultado com transações de direitos de atletas ascende a 124 ME, o que corresponde a crescimentos de 362,4% e 484,1%, respetivamente.

Já os rendimentos operacionais sem transações de direitos de atletas ascendem a 101,9 milhões de euros, o que representa um crescimento de 8,8% (93,7 milhões de euros em 2018/19), resultantes das receitas com os camarotes, ‘executive seats’, ‘red pass premium’, rendas de espaço e visitas ao museu e estádio.

No total, o relatório revela que o rendimento da SAD foi superior a 244,3 ME (94,3% de aumento), superando, segundo os ‘encarnados’, “qualquer valor que, no passado, a Benfica SAD tenha obtido num semestre”.

Publicidade

HELPO, EU CONSIGNO EU CONSIGO, IRS 2024
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

DESPORTO

SPORTING CP X SL BENFICA: ANÁLISE DE JOSÉ AUGUSTO SANTOS

A inspiração de Genny Catamo fez a diferença num jogo onde a acontecer o empate, seria mais refletido o equilíbrio na alternância de domínio territorial, da posse de bola e da criação de oportunidades de golo.

Online há

em

A inspiração de Genny Catamo fez a diferença num jogo onde a acontecer o empate, seria mais refletido o equilíbrio na alternância de domínio territorial, da posse de bola e da criação de oportunidades de golo.

Os dois treinadores optaram por colocar aquele que é atualmente o seu melhor onze. Ruben Amorim deu a titularidade a St. Juste em detrimento de Diomande, porque o neerlandês é um dos melhores centrais a atuar no futebol português, e fez regressar Pote porque é um jogador fundamental na dinâmica ofensiva leonina, pelos vários lugares que faz em diferentes momentos do jogo.

Roger Schmidt surpreendeu ao não lançar no onze titular Kokçu ou João Mário, apostou novamente numa estrutura tática corajosa e ofensiva com Neres e Di Maria nos corredores laterais e Rafa no apoio a Tengstedt que acabou por fazer um jogo de sacrifício.

O Sporting entrou praticamente a ganhar depois de no primeiro minuto de jogo, Pedro Gonçalves, com a sua qualidade técnica, fazer grande jogada onde beneficiou de alguma passividade de Bah e Florentino e da oferta de Trubin que afastou mal a bola, proporcionando uma finalização fácil a Catamo.

O Benfica reagiu com Di Maria a assumir o protagonismo criando sucessivas jogadas de perigo, que tiveram resultado no último minuto da primeira parte com Bah a dar sequência ao livre teleguiado do “astro argentino”, com um espetacular cabeceamento. Na altura era um prémio justo ao domínio que o Benfica exerceu.

O Sporting que deu a iniciativa ao Benfica na primeira parte para jogar em transição, sem resultados, optou por pressionar mais alto e ter mais capacidade na gestão da posse de bola contra um Benfica que revelou cansaço e menor capacidade física com o passar dos minutos. Gyokeres tem um fantástico remate à barra e Di Maria respondeu com um não menos espetacular remate que obrigou Franco Israel a grande defesa, com a bola a resvalar na trave, depois de Neres não conseguir marcar quando já tinha ultrapassado o guarda-redes e viu o seu remate ser travado por Coates.

Os dois treinadores refrescaram as suas equipas, Roger Schmidt tem o defeito de demorar muito a mexer na equipa e foi o Sporting na parte final a ser mais rápido e incisivo.

Paulinho e Edwards acrescentaram mais do que Arthur Cabral, Kokçu e Marcos Leonardo que não tiveram tempo de influenciar o rendimento da sua equipa. Daniel Bragança teve a vitória nos pés por 2 vezes, mas foi a inspiração de Geny Catamo, que resolveu o jogo através de um remate espetacular.

O melhor do Sporting e em campo foi Geny Catamo. Até aos 90 minutos diria Gyokeres, mas o moçambicano com os 2 golos, o segundo com remate espetacular alterou a minha escolha. Coates (decisivo aquele corte em cima da linha de baliza) e St. Juste também estiveram em grande plano.

Di Maria ainda é um jogador superlativo e foi o melhor no Benfica. Aursnes, João Neves e Bah exibiram-se num patamar acima dos colegas.

O árbitro Artur Soares Dias foi autoritário e decidiu quase sempre bem no aspeto técnico num jogo intenso e de muitos duelos individuais. Na vertente disciplinar ficou um vermelho por mostrar a Di Maria quando agrediu Pote e o segundo amarelo e consequente vermelho a Hjulmand quando rasteirou Aursnes.


José Augusto Santos, Comentador Desportivo e Treinador de Futebol Nível IV UEFA Pro.

Fonte: Vídeo Sport TV

LER MAIS

DESPORTO

PRIMEIRA LIGA: SPORTING VENCE BENFICA NOS 90+1 E ADIANTA-SE PARA O TÍTULO (VÍDEO)

Um golo de Geny Catamo, aos 90+1 minutos, deu hoje ao Sporting a vitória sobre o rival Benfica, por 2-1, em jogo da 28.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, deixando os ‘leões’ mais próximos do título.

Online há

em

Um golo de Geny Catamo, aos 90+1 minutos, deu hoje ao Sporting a vitória sobre o rival Benfica, por 2-1, em jogo da 28.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, deixando os ‘leões’ mais próximos do título.

Depois de ter inaugurado o marcador logo no primeiro minuto, mais concretamente aos 47 segundos, o moçambicano emergiu como ‘herói’ sportinguista ao assinar o ‘bis’ nos descontos, já depois de o dinamarquês Bah ter empatado o dérbi, no Estádio José Alvalade, aos 45+3.

O Sporting reforça, assim, a liderança do campeonato, com 71 pontos, agora com mais quatro do que o Benfica, segundo, que tem mais um encontro realizado do que os ‘verdes e brancos’, que em 16 de abril acertam calendário com a visita ao Famalicão.

Fonte: Vídeo Sport TV

LER MAIS
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO
A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X VIZELA




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
AROUCA X SPORTING




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X BENFICA




RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% INSPIRATION


WEBRADIO 100% DANCE


FABIO NEURAL @ ENCODING

KEYWORDS

ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL
NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS