Ligue-se a nós

DESPORTO

BOAVISTA FC X SPORTING CP: ANÁLISE DE JOSÉ AUGUSTO SANTOS

Um Sporting confiante e afirmativo, ganha num estádio tradicionalmente difícil a uma equipa que esta época demonstra confiança, personalidade e automatismos que permitem ser uma das que marca mais golos no nosso campeonato.

Online há

em

Um Sporting confiante e afirmativo, ganha num estádio tradicionalmente difícil a uma equipa que esta época demonstra confiança, personalidade e automatismos que permitem ser uma das que marca mais golos no nosso campeonato.

A superior qualidade de Pedro Gonçalves e Geny Catamo fizeram a diferença, ao marcar os dois golos da equipa leonina, com boa réplica do Boavista que só deixar de acreditar na possibilidade de empatar depois sofrer o segundo golo.

Boavista entra bem sob a batuta de Seba Pérez e consegue ter bola. O Sporting foi melhorando com o decorrer dos minutos com Geny Catamo a agitar o jogo ofensivo sempre que tocava na bola. Aposta ganha por Ruben Amorim que não hipotecou a organização defensiva até porque Diomande deu sempre grande equilíbrio nas vezes em que Catamo teve de se projetar para o ataque e foi sempre mais forte nos duelos com um jogador rápido e em excelente momento como é Tiago Morais. Ofensivamente para além do golo foi sempre um jogador capaz de dar largura e transporte de bola para zonas próximas da baliza boavisteira. Até Pedro Gonçalves marcar o segundo golo com aquele toque sublime de calcanhar era a minha aposta para homem do jogo.

Petit tentou jogar de igual para igual com o Sporting e assumiu uma postura ofensiva, com Seba Pérez, Reisinho e Makouta conseguiu equilibrar os duelos no corredor central, mas Tiago Morais e Masaki Watai, os dois jogadores que teriam de ser influentes e participativos no jogo, capazes de causar problemas ao Sporting, nos momentos de transição, não se exibiram ao nível dos últimos jogos. Na segunda parte e em desvantagem no marcador, procurou dar largura e velocidade nos corredores laterais, numa fase de maior risco colocou Martim Tavares nas costas e próximo de Bozenik, para ter mais presença na área, na fase final do previsível jogo direto do Boavista. Tentou, mas não teve ao seu dispor dos argumentos do Sporting que ao marcar o 2 golo retirou ao Boavista o acreditar que era possível empatar o que influenciou a desorganização final que poderia ter custado sofrer mais um ou dois golos.

Ruben Amorim teve o contratempo de ter de substituir Coates, numa fase que se previa de maior risco do Boavista. Colocou Diomande como central do meio para a entrada de St. Juste para a posição de central sobre a direita. A falta do central uruguaio fez-se notar no lance do golo de Bozenik, invalidado pelo VAR por escassos centímetros.

As entradas de Ricardo Esgaio, Nuno Santos e depois Trincão e Paulinho, no fundo foi trocar bons jogadores desgastados por bons jogadores com frescura física e o Sporting ficou mais próximo do 0-3 também a aproveitar a desorientação e desorganização boavisteira depois de ter sofrido o 2º golo.

Foi um Sporting personalizado e com automatismos que vem da época passada. Hjulman ainda não me parece bem enquadrado com os colegas, mas dá para perceber que é um excelente médio embora o fator diferenciador da equipa sportinguista esta época seja o ponta de lança sueco que com as suas movimentações dá sempre solução de passe, desgasta o adversário e abre muitos espaços para os seus colegas, para além daquela que é a característica mais decisiva nos avançados, a capacidade de finalização. Este até foi o jogo em Gyokeres teve menor impacto no rendimento coletivo, muito por mérito da boa exibição de Chidozie e Abascal, apesar deste ter cometido o erro que proporcionou uma perdida escandalosa a Marcus Edwards.

Se Gyokeres tem sido a estrela do Sporting, Tiago Morais tem esse protagonismo no Boavista, mas ontem esteve desinspirado e raramente conseguiu ultrapassar Diomande. A organização ofensiva e em especial as transições do Boavista ressentiram-se desse apagão do jovem extremo que só teve o ponta de lança Bozenik em bom plano.

Bom jogo de Pedro Gonçalves, o melhor em campo em especial na parte final do jogo, Geny Catamo, Diomande e Gonçalo Inácio Seba Pérez, Chidozie, Bozenik e Salvador Agra, foram os melhores no Boavista.

O árbitro Nuno Almeida teve uma fase de descontrolo em que cometeu alguns erros, mas não teve influência no resultado. A tecnologia do fora-de-jogo reverteu a decisão de validar o golo de Bozenik num lance muito difícil de ajuizar.


José Augusto Santos, Comentador Desportivo e Treinador de Futebol Nível IV UEFA Pro.30

Publicidade

HELPO, EU CONSIGNO EU CONSIGO, IRS 2024
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

DESPORTO

FÓRMULA 1: MAX VERSTAPPEN VENCE GP DE ESPANHA E CONSOLIDA LIDERANÇA

O piloto neerlandês Max Verstappen (Red Bull) venceu hoje o Grande Prémio de Espanha de Fórmula 1, 10.ª ronda do Mundial, e ampliou a liderança do Campeonato do Mundo.

Online há

em

O piloto neerlandês Max Verstappen (Red Bull) venceu hoje o Grande Prémio de Espanha de Fórmula 1, 10.ª ronda do Mundial, e ampliou a liderança do Campeonato do Mundo.

Verstappen, que partiu do segundo lugar da grelha, deixou o britânico Lando Norris (McLaren) na segunda posição, a 2,219 segundos, com Lewis Hamilton (Mercedes) em terceiro, a 17,790.

Com estes resultados, o neerlandês da Red Bull mantém a liderança do Mundial de pilotos, com 219 pontos, 71 de vantagem sobre o segundo classificado, que agora é Lando Norris.

LER MAIS

DESPORTO

EURO 2024: PORTUGAL VENCE TURQUIA E SEGUE PARA OS “OITAVOS”

Portugal garantiu hoje o apuramento para os oitavos de final do Campeonato da Europa de futebol de 2024 e assegurou a vitória no Grupo F, ao bater a Turquia por 3-0, no segundo jogo na prova, em Dortmund.

Online há

em

Portugal garantiu hoje o apuramento para os oitavos de final do Campeonato da Europa de futebol de 2024 e assegurou a vitória no Grupo F, ao bater a Turquia por 3-0, no segundo jogo na prova, em Dortmund.

Bernardo Silva, aos 21 minutos, Samet Akaydin, aos 28, na própria baliza, e Bruno Fernandes, aos 56, selaram o triunfo da seleção lusa, que na primeira jornada tinha batido a República Checa por 2-1.

Após duas jornadas, Portugal soma seis pontos e já ganhou o Grupo F, pois tem mais três pontos e vantagem no confronto direto face à Turquia, segunda, enquanto República Checa e Geórgia, que hoje empataram 1-1, partilham o terceiro posto, com um ponto.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS