RÁDIO REGIONAL
salt likit
REGIÕES

BRAGA: AUTARQUIA CONDENADA A PAGAR CARRO SUBMERSO NO TÚNEL DA RODOVIA

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O Tribunal Central Administrativo do Norte (TCAN) condenou a Câmara de Braga a pagar mais de 7.300 euros a um automobilista cuja viatura ficou “praticamente submersa” no túnel da Rodovia, sofrendo danos no motor e na parte elétrica e eletrónica.

Por acórdão de 03 de dezembro, hoje consultado pela Lusa, aquele tribunal alterou, assim, a decisão da primeira instância, que tinha absolvido o município.

Para o TCAN, não ficou provado que o município tenha procedido a uma “vigilância cuidada da verificação e manutenção desobstrutiva do sistema de escoamento de água” naquele túnel, “de forma sistemática, adequada e continuada”.

O município, na sua contestação, negou que tivesse agido negligentemente, sublinhando que “não descurou, por qualquer forma, as suas responsabilidades no que toca à limpeza das vias ou redes de escoamento de águas”.

Alegou ainda que, no dia em causa, choveu “de forma anormal e imprevista” na cidade de Braga, “de nada tendo valido, atenta a quantidade inusual de precipitação ocorrida, os trabalhos de limpeza e manutenção que tinham sido atempadamente levados a cabo”.

Para o município, tratou-se de “um facto totalmente imprevisível e que não poderia ter sido evitado pela vontade humana, resultante de uma situação meteorológica extrema e anómala”.

No acórdão, o tribunal refere que “não é pela circunstância de se ter apurado que, no concreto dia em que ocorreu o evento, choveu com muita intensidade que se pode concluir que essa queda de precipitação anormal foi imprevisível e anormal em concreto, quando se mostrou apurado que em Braga chove e chove com muita intensidade, de tal forma que até é conhecida como o ‘penico do céu'”.

Os factos remontam a 26 de outubro de 2011, pelas 18h00, no túnel da Rodovia, quando um automóvel foi retido e inundado pela água que ali “muito rapidamente” se acumulou.

O tribunal deu como provado que, nesse dia, a precipitação naquele local atingiu valores “anormais” na região de Braga para o mês de outubro, tendo a intensidade máxima de precipitação atingido ou mesmo ultrapassado os 10 milímetros em 10 minutos, durante a tarde.

No entanto, o TCAN reitera que a factualidade apurada não permite concluir que se tivesse tratado de “um fenómeno imprevisível e incontrolável” para o município.

Para o tribunal, o município não provou que providenciou no sentido da “devida vigilância e manutenção” do sistema de escoamento de águas naquele ponto crítico da via, numa altura em que habitualmente ocorrem chuvas muito intensas.

Assim, o município foi condenado a pagar ao automobilista 6.356 euros a título de danos patrimoniais e 500 euros por danos não patrimoniais.

No entanto, um dos três juízes votou vencido, por considerar que o município conseguiu provar que o sinistro se ficou a dever a “caso fortuito ou de força maior”.

Contactado pela Lusa, o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, disse que “se houver margem para recursos, o município seguramente o fará”, por considerar que, “face àquele volume de chuva, não havia limpeza que evitasse a inundação do túnel”.

“Consideramos que não houve falta de limpeza mas sim um fenómeno absolutamente anormal de chuva que, obviamente, ninguém podia controlar”, sublinhou.

VEJA AINDA:

PORTO: TESTES COVID-19 FINANCIADOS PELA AUTARQUIA FORAM TOTALMENTE UTILIZADOS

Lusa

BRAGANÇA: IGREJA SECULAR ARREMATADA POR CERCA DE 218 MIL EUROS EM LEILÃO ‘ONLINE’

Lusa

COVID-19: INSPEÇÃO INSTAUROU 41 PROCESSOS DE INQUÉRITO POR IRREGULARIDADES NAS VACINAS

Lusa

AÇORES: MARINHA RESGATA HOMEM COM DIFICULDADES RESPIRATÓRIAS EM NAVIO

Lusa

LEIRIA: GNR DETÉM HOMEM SUSPEITO DE AMEAÇAS DE MORTE À MULHER

Lusa

PORTO: CHEFE DE SERVIÇO DE FINANÇAS JULGADO POR CORRUPÇÃO

Lusa
Yatak Odası Takımı Run 3 free games unblocked

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Canlı Maç Sonuçları Run 3 Play Snake Friv Atari Breakout Elektronik Sigara cookie clicker unblocked games Düğün Paketleri uygunsigara.com/ Umzug Basel
saç ekimi hair transplant
Umzug Basel
seslendirme santral anons santral seslendirme
salt likit
free hacks