REGIÕES

BRAGANÇA: 54 PROFISSIONAIS REFORÇAM SERVIÇOS DE SAÚDE NO DISTRITO

A Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste informou hoje que, desde o início do combate à pandemia covid-19, os serviços foram reforçados com 54 novos profissionais no distrito de Bragança.

A capacidade de resposta das unidades de saúde da região “foi assim aumentada com a entrada em funções de 41 assistentes operacionais, 12 enfermeiros e um técnico superior do ramo de farmácia, que se juntaram às equipas então no terreno”, divulgou em comunicado.

O reforço de pessoal, como explica aquela entidade, foi feito no âmbito das medidas adotadas pelo Governo “de contratação de caráter excecional, com o objetivo de garantir o pleno funcionamento das entidades do Serviço Nacional de Saúde (SNS), de acordo com as necessidades acrescidas durante a pandemia”.

Nos últimos dois meses, desde o início da crise provocada pelo novo coronavírus, a ULS do Nordeste, que gere três hospitais e 14 centros de saúde, “reorganizou e reforçou os seus serviços para o combate à infeção na região, não só em termos de espaços, de circuitos e de equipamentos, mas também de equipas de recursos humanos”.

Esta entidade garante que os serviços de saúde da região conseguiram ultrapassar o pico de infeção pelo novo coronavírus “sempre com total capacidade de resposta pela ULS Nordeste”.

Depois das últimas semanas centradas no combate à pandemia, “está agora em curso a retoma da atividade assistencial programada, nomeadamente o reagendamento e a realização de consultas, cirurgias e meios complementares de diagnóstico e terapêutica”.

A ULS do Nordeste salienta que a retoma da atividade “está a decorrer na salvaguarda quer do cumprimento escrupuloso das regras de saúde pública, quer da manutenção da prontidão de resposta necessária a um eventual aumento da incidência da infeção” pelo coronavírus.

No comunicado distribuído às redações, o Conselho de Administração “agradece o contributo fundamental de todos os profissionais, das diversas categorias, a exercer funções nos diferentes serviços desta Unidade Local de Saúde, no combate à infeção pelo novo coronavírus”.

“É graças à sua enorme dedicação, pronta disponibilidade e valioso trabalho que a luta contra a covid-19 tem vindo a ser travada e o regresso à normalidade está, de forma progressiva, a ser possível”, refere.

O distrito de Bragança, área de influência da ULS do Nordeste, regista cerca de 250 casos de infeção e mais de 20 mortes associadas à covid-19, segundo os últimos dados oficiais da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Em Portugal, de acordo com os dados da DGS, morreram 1.342 pessoas das 31.007 confirmadas como infetadas, e há 18.096 casos recuperados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

VEJA AINDA:

ARCOS DE VALDEVEZ: RELÂMPAGO MATA 68 CABRAS (VIANA DO CASTELO)

Lusa

MURÇA: CENTRO INTERPRETATIVO HOMENAGEIA E PROMOVE O ‘SOLDADO MILHÕES’

Lusa

SAÚDE: NOVAS TERAPÊUTICAS PARA OS TUMORES DA HIPÓFISE

Rádio Regional

RIBEIRA DE PENA: AUTARQUIA CRITICA CÁLCULO QUE PÕE CONCELHO NO VERMELHO COM ‘APENAS’ 8 CASOS

Lusa

EMA CONFIRMA LIGAÇÃO ENTRE VACINA DA ASTRAZENECA E TROMBOEMBOLISMOS

Lusa

ESPERANÇA DE VIDA SAUDÁVEL EM PORTUGAL ABAIXO DA MÉDIA EUROPEIA – INE

Lusa