CAVALEIRO JOÃO MOURA DETIDO POR SUSPEITAS DE MAUS TRATOS A ANIMAIS

O cavaleiro tauromáquico João Moura foi detido hoje por suspeitas de maus tratos a animais, em Monforte, no distrito de Portalegre, disse à agência Lusa fonte policial.

De acordo com a mesma fonte, João Moura foi detido na sequência do cumprimento de um mandado de busca à sua propriedade, tendo sido apreendidos 18 cães.

João Moura foi detido por suspeitas da prática do crime de maus tratos a animais, indicou a fonte policial.

Contactada pela Lusa, fonte da GNR adiantou que a detenção ocorreu no seguimento de uma investigação realizada pelo Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA).

Segundo a fonte da guarda, “houve um auto de notícia elaborado pela GNR, há algumas semanas, que originou um processo-crime que está na fase de inquérito”.

O Ministério Público (MP) delegou na GNR a elaboração do inquérito e, no âmbito das diligências de investigação que foram desenvolvidas, o MP “propôs o mandado de busca na propriedade do visado, em Monforte”, acrescentou a mesma fonte.

João Moura foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência, tendo sido interrogado hoje à tarde, no âmbito do inquérito, por um procurador do MP no Tribunal de Portalegre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.