RÁDIO REGIONAL
ECONOMIA & FINANÇAS

CONCORRÊNCIA ACUSA ANUNCIANTES E PUBLICITÁRIOS DE LIMITAREM O MERCADO

nbsp| RÁDIO REGIONAL

A Autoridade da Concorrência (AdC) acusou hoje as associações de anunciantes e publicitários de limitarem o funcionamento do mercado por estipularem uma regra que impede a livre participação das suas associadas em concursos de fornecimento de serviços de publicidade.

Em causa, está a regra, que integra um Guia de Boas Práticas para Concursos de Agências de Publicidade e Comunicação, aprovada pela Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN) e pela Associação Portuguesa de Agências de Publicidade, Comunicação e Marketing (APAP), que estipula que os “clientes devem limitar os concursos de aquisição e serviços de publicidade a três empresas, no máximo quatro, caso a atual empresa fornecedora do serviço também participe”.

Em comunicado, a autoridade liderada por Margarida Matos Rosa notou que esta regra tem a “intenção específica de limitar a concorrência entre as duas empresas e as suas associadas”.

Por considerar que as duas associações infringiram a lei, a AdC adotou uma nota de ilicitude, que, refere, “não determina o resultado final das investigações”.

Após a notificação da nota de ilicitude, é dada oportunidade aos visados de exercer os seus direitos de audição e defesa em relação aos ilícitos que lhes são imputados e às sanções em que poderão incorrer.

PE // JNM

VEJA AINDA:

COVID-19: EMPRESAS COM APOIO À RETOMA CAEM QUASE 60% EM SETEMBRO PARA 2.168

Lusa

GOVERNO VAI CRIAR BALCÃO ÚNICO PARA VIABILIZAR ACORDOS DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS

Lusa

GOVERNO APROVA MEDIDA QUE PERMITE AO FISCO FLEXIBILIZAR PAGAMENTO DE JUROS MORATÓRIOS

Lusa

GOLDENERGY CONDENADA POR FALTA DE ATENDIMENTO TELEFÓNICO EFICAZ

Lusa

LIMITAÇÃO DAS MARGENS DE COMBUSTÍVEIS PODE LEVAR AO FECHO DE EMPRESAS DE MENOR DIMENSÃO – ADC

Lusa

EMPRESAS E BANCOS PREPARAM ‘RENTRÉE’ COM MUDANÇAS NO TELETRABALHO

Lusa