RÁDIO REGIONAL | PORTUGAL
NACIONAL

CONGRESSO DOS MÉDICOS ARRANCA HOJE COM PANDEMIA A MARCAR OS TRÊS DIAS DE TRABALHOS

O Congresso Nacional da Ordem dos Médicos (OM) arranca hoje em Coimbra, com a pandemia de covid-19 a marcar os três dias de um encontro que pretende ser um “importante contributo para o país e para sociedade”.

A OM quer fazer desta reunião magna dos médicos, que decorre até 03 de junho, o “grande congresso da ciência, em que são apresentadas as novidades mais importantes, com reflexos na prática do que são as medidas de prevenção, diagnóstico e tratamento por áreas de especialidade”, disse à Lusa o bastonário Miguel Guimarães.

“É importante que a OM faça este trabalho para a sociedade civil”, salientou o médico, ao avançar que este congresso servirá também para “falar de áreas que não foram abordadas durante a pandemia em Portugal e na Europa”, caso das questões éticas que a covid-19 veio evidenciar.

Segundo Miguel Guimarães, esta reunião dos médicos portugueses constituirá, assim, uma forma de contribuir para preparar Portugal para uma eventual nova pandemia, alegando que “estas reflexões têm de se fazer já”.

O bastonário adiantou ainda que as conclusões do encontro serão transmitidas a “quem tem responsabilidades políticas, seja ao nível da Presidência da República, do Governo e da Assembleia da República”.

Outro dos pontos do congresso que Miguel Guimarães destacou será a atribuição das medalhas de mérito da OM a cerca de vinte clínicos do continente, dos Açores e da Madeira, profissionais que “simbolizam, na prática, o que é ser médico” pela importância que tiveram na qualidade da sua ação, mas também pelas suas características de solidariedade e humanismo que demonstraram.

O encontro vai debater “A Ciência em tempo de pandemia”, juntando, no Convento São Francisco, médicos, cientistas, personalidades de outros setores estruturantes e da sociedade civil.

Este congresso assume, pela primeira vez, um caráter mais científico, com os colégios das várias especialidades a promoverem momentos específicos para “discutirem o estado da arte” das suas áreas.

O coordenador do plano de vacinação contra a covid-19, Henrique de Gouveia e Melo, o presidente da Aliança Global para as Vacinas, Durão Barroso, e a diretora do Centro Europeu para a Prevenção e Controlo de Doenças, Andrea Ammon, são alguns dos participantes no encontro.

Os intervenientes proferem as suas intervenções na antiga Igreja do Convento São Francisco, com transmissão em direto para os inscritos no congresso através de uma plataforma digital.

VEJA AINDA:

COVID-19: TELETRABALHO DEIXA DE SER OBRIGATÓRIO A PARTIR DE HOJE EXCETO EM 4 CONCELHOS

Lusa

COVID-19: PANDEMIA JÁ MATOU QUASE QUATRO MILHÕES DE PESSOAS POR TODO O MUNDO

Lusa

CENTROS DE SAÚDE NÃO ESTÃO A CONSEGUIR RETOMAR RASTREIOS E RECUPERAR ATIVIDADE

Lusa

LISBOA NÃO AVANÇA NO DESCONFINAMENTO – FERNANDO MEDINA

Lusa

LISBOA: LIMITAÇÃO À CIRCULAÇÃO DURANTE OS ‘SANTOS POPULARES’

Lusa

ALUNOS DISPENSADOS DE PAGAR RESIDÊNCIAS UNIVERSITÁRIAS QUANDO NÃO HÁ AULAS

Lusa