RÁDIO REGIONAL
NACIONAL

COVID-19: CRIANÇAS COM CANCRO, DIABETES, OBESIDADE ENTRE AS PRIORITÁRIAS PARA VACINAÇÃO

nbsp| RÁDIO REGIONAL

As crianças com idades entre os 12 e os 15 anos que tenham cancro ativo, diabetes, obesidade, insuficiência renal crónica estão entre as que devem ser vacinadas prioritariamente contra a covid-19, segundo a Direção-Geral da Saúde.

A norma da Campanha de Vacinação Contra a COVID-19 hoje atualizada pela Direção-Geral da Saúde (DGS) determina também como doenças prioritárias para vacinação a transplantação e a imunossupressão.

Segundo a norma, estão ainda incluídas doenças neurológicas, que englobam a paralisia cerebral e distrofias musculares, as perturbações do desenvolvimento, como a Trissomia 21 e perturbações do desenvolvimento intelectual grave e profundo. A doença pulmonar crónica, doença respiratória crónica, como asma grave e fibrose quística também estão entre as prioritárias.

As vacinas podem ser administradas nos menores desde que esteja presente quem tem a guarda do menor ou a pessoa a quem o menor tenha sido confiado.

“No caso dos adultos com incapacidade para consentir deve obter-se autorização do representante legal”, acrescenta a norma.

A DGS recomendou na sexta-feira a vacinação prioritária contra a covid-19 de crianças entre os 12 e os 15 anos com comorbilidades associadas, que possam conduzir a uma doença grave ou à morte, esclarecendo mais tarde que os menores sem doenças precisam de prescrição médica para serem vacinados.

A vacinação universal continua, para já, a ser apenas recomendada a partir dos 16 anos, seguindo o plano de vacinação em curso.

VEJA AINDA:

LAMEGO: POLÍCIA JUDICIÁRIA DETEVE SUSPEITO DE ABUSO SEXUAL DE DE CRIANÇA

Lusa

COVID-19: 42% DOS RECUPERADOS COM SINTOMAS DE STRESS PRÓ-TRAUMÁTICO

Lusa

OBESIDADE CUSTA 1,2 MIL MILHÕES POR ANO AOS PORTUGUESES

Lusa

EXCESSO DE PESO E OBESIDADE INFANTIL DIMINUEM PORTUGAL MAS AINDA ATINGE 30% DAS CRIANÇAS

Lusa

PORTO: ALA PEDIÁTRICA DO HOSPITAL DE SÃO JOÃO NO PORTO COMEÇA A RECEBER CRIANÇAS EM NOVEMBRO

Lusa

COVID-19: VACINAÇÃO SIMULTÂNEA CONTRA GRIPE E NOVO CORONAVÍRUS ARRANCA HOJE

Lusa