REGIÕES

AVEIRO: MILITARES DÃO FORMAÇÃO NAS ESCOLAS DE OVAR SOBRE DESINFEÇÃO E LIMPEZA

Militares da Força Aérea deram hoje formação numa escola de Ovar, Aveiro, sobre a utilização de equipamentos de proteção individual, limpeza e desinfeção a cerca de 30 técnicos auxiliares, numa iniciativa que será replicada por todo o país.

De acordo com o ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, que acompanhou a ação de formação, a iniciativa replica “a formação que está a ser feita em todas as escolas do país”, visando que o regresso das aulas presenciais para os alunos do 11.º e 12.º anos, em 18 de maio, seja feito “com toda a segurança”.

Para além dos cuidados a ter na utilização dos equipamentos de proteção individual, a equipa de graduados da Força Aérea referiu, por exemplo, a necessidade se afetar equipamento de limpeza específico a cada secção das escolas, diretrizes que constam num manual de procedimentos elaborado em parceria entre Forças Armadas, Direção-Geral de Estabelecimentos Escolares e Direção-Geral da Saúde.

“Tenho grande satisfação por ver a Força Aérea nesta formação, particularmente aqui em Ovar, que passou por aquilo que todos sabem [um mês de cerco sanitário] e é, por isso, um concelho particularmente sensibilizado [para a prevenção da covid-19]. Isto é também uma oportunidade para dizer aos ovarenses que agora vão poder regressar à escola em perfeitas condições de segurança”, disse João Gomes Cravinho.

Na sessão dirigida à equipa de profissionais da Escola Secundária Júlio Dinis, o coronel José Alberto Nogueira, comandante do Aeródromo de Manobra N.º 1, deixou a recomendação de que, em cada tarefa de limpeza, o mais lúcido será “estar sempre preparado para o pior”, já que o “virus continua perigoso”, o que impõe ainda cuidados no manuseamento da proteção individual.

Em Portugal, onde os primeiros casos confirmados se registaram a 02 de março, o último balanço da Direção-Geral da Saúde (DGS) indicava 1.105 óbitos entre 26.715 infeções confirmadas. Desses doentes, 874 estão internados em hospitais, 2.258 já recuperaram e os restantes convalescem em casa ou noutras instituições.

No caso específico de Ovar, a autarquia local registava esta quinta-feira à noite um acumulado de 36 óbitos e 698 infetados com covid-19 entre os seus cerca de 55.400 habitantes. Assinalava ainda que o número global de contaminados se mantém inalterado há dois dias e que os recuperados são já 548, pelo que, com patologia ativa, estarão identificados atualmente apenas 150 cidadãos.

Ao mesmo município, a DGS atribui hoje apenas 574 casos de contaminação pelo SARS-CoV-2.

A presente fase nacional de combate à covid-19 prevê o confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância ativa, o dever geral de recolhimento domiciliário e a imposição legal de uso de máscaras em transportes coletivos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

VEJA AINDA:

COVID-19: MÉDICOS DE SAÚDE PÚBLICA ‘PREOCUPADOS’ COM A MORTALIDADE EM PORTUGAL

Lusa

CRISE: RECUPERAÇÃO DA ECONOMIA SERÁ MAIS LENTA EM PORTUGAL

Lusa

AVEIRO: UNIVERSIDADE ULTRAPASSA OS 500 CASOS DE COVID-19

Lusa

COVID-19: MARCELO ADMITE QUE PERÍODO DE CONFINAMENTO DURE ATÉ MARÇO

Lusa

PRESIDENCIAIS: VOTO VAI SER RECOLHIDO EM LARES, MAS IDOSOS TÊM DE SE INSCREVER NA PLATAFORMA DO VOTO ANTECIPADO

Lusa

MOITA FLORES ACUSADO DE CORRUPÇÃO E BRANQUEAMENTO POR OBRA QUANDO FOI AUTARCA EM SANTARÉM

Lusa