RÁDIO REGIONAL
ECONOMIA & FINANÇAS

CRÉDITO HABITAÇÃO PODE AUMENTAR EM MAIO

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Os clientes com crédito à habitação indexado à Euribor a seis meses vão pagar uma prestação mais alta em maio e os com crédito à habitação a três meses vão manter o valor da prestação.

Segundo os cálculos feitos para a agência Lusa pela Deco/Dinheiro&Direitos, um cliente com um empréstimo no valor de 150 mil euros a 30 anos, indexado à Euribor a seis meses com um ‘spread’ (margem de lucro do banco) de 1%, vai passar a pagar 464,08 euros a partir de maio, mais 0,27 euros do que o que pagava desde a última revisão, em Novembro.

No caso de um empréstimo nas mesmas condições, mas indexado à Euribor a três meses, o cliente mantém o valor da prestação nos 460,19 euros a partir deste mês, um valor igual à última revisão, em Fevereiro.

Desde o final de 2015 que as taxas Euribor negoceiam em valores negativos.

Em Portugal, 90% dos contratos de crédito à habitação usam taxa de juro variável, sendo a Euribor a seis meses o indexante mais usado, seguido da taxa a três meses.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de mais de 50 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário. Em Portugal, a Caixa Geral de Depósitos faz parte deste painel.

LUSA

VEJA AINDA:

ISP DESCE NA GASOLINA COM ALÍVIO DE 24 CÊNTIMOS E MANTÉM-SE NO GASÓLEO

Lusa

PORTUGAL TEM O MAIOR CRESCIMENTO ECONÓMICO DA UE NO 1º TRIMESTRE DE 2022

Lusa

ASAE RECEBEU 400 DENÚNCIAS SOBRE PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS

Lusa

CRISE: INFLAÇÃO EM 7,2% É O VALOR MAIS ALTO NOS ÚLTIMOS 29 ANOS

Lusa

GUERRA: EMBARGAR PETRÓLEO RUSSO GOLPEIA FINANCIAMENTO DO KREMLIN

Lusa

EXPORTAÇÕES DE VINHOS PORTUGUESES SOBEM 2,5% ATÉ MARÇO PARA 212 MILHÕES

Lusa