REGIÕES

DETIDO JOVEM SUSPEITO DE ATEAR FOGOS

PJ DETÉM MAIS UM INCENDIÁRIO

Um jovem de 18 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de ter ateado um incêndio florestal que lavrou no domingo, em Mirandela, no distrito de Bragança, informou aquela polícia.

Em comunicado, a PJ dá conta de que o detido está “fortemente indiciado” de ter ateado o incêndio florestal que deflagrou, no sábado, na zona de Alvites, em Mirandela, e que foi dado como resolvido esta segunda-feira pela Proteção Civil.

O incêndio que deflagrou por volta das 13:00 de domingo, “consumiu várias centenas de hectares de mancha florestal, constituída por parcelas agrícolas e povoamento de diversas espécies arbóreas, segundo a PJ.

De acordo com a informação divulgada, o fogo colocou “ainda em perigo habitações, que apenas não foram consumidas devido à intervenção dos meios de combate, designadamente dos populares, bombeiros e meios aéreos”.

O suspeito, com 18 anos de idade, sem ocupação laboral, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

A detenção foi feita pela Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real em colaboração com a brigada do ambiente (SEPNA) da GNR de Mirandela. Desde o início do ano, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 36 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

TVI

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes